AnaMaria
Últimas Notícias / Política

''Bolsonaro é um presidente sensível'', diz ministra Damares Alves

Em entrevista para Antonia Fontenelle, Damares Alves fala sobre coragem de presidente Bolsonaro

Bruna Calazans Publicado em 04/06/2019, às 14h44 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h47

Ministra Damares Alves fala sobre Bolsonaro e polêmicas envolvendo seu nome - Reprodução/Instagram
Ministra Damares Alves fala sobre Bolsonaro e polêmicas envolvendo seu nome - Reprodução/Instagram

A ministra Damares Alves foi entrevistada no quadro 'Na Lata', com Antonia Fontenelle. O vídeo foi divulgado no canal da apresentadora na última segunda-feira (03).

Dentre os assuntos debatidos, Damares abordou questões como ideologia de gênero, violência contra mulher e intolerância religiosa.

A pastora ainda rasgou elogios para o presidente Jair Bolsonaro. 

POLÊMICAS 

Antes, ela aproveitou a oportunidade para esclarecer algumas polêmicas envolvendo seu nome, como foi o caso de sua declaração sobre a sexualidade da princesa Elsa, do famoso filme da Disney, "Frozen - Uma Aventura Congelante". 

De acordo com Damares, a pessoa que divulgou o vídeo em que ela fala que Elsa deu um beijo lésbico na Bela Adormecida foi irresponsável. "Eu estava mostrando uma matéria jornalística, não foi eu que escrevi". Segundo a ministra, na matéria em questão, havia a divulgação de um livro onde o autor falava sobre o "romance" entre as princesas.

A obra citada por Damares se chama "A Bela e a Adormecida", do inglês Neil Gaiman. Na época, um fã enviou o vídeo viral para o autor. A resposta dele foi em tom de lamentação pelo ocorrido.

No vídeo que viralizou sobre o assunto, Damares afirma que o "cão" é muito articulado. "A gente está abrindo uma brecha na cabeça da criança". 

Ainda sobre momentos polêmicos envolvendo a ministra, ela comentou a questão de "Jesus na goiabeira". 

Na ocasião, Damares virou meme na internet após afimar que tinha visto Jesus em um pé de goiaba quando era criança. A reação do público nas redes socias foi de gozação com o relato. 

Para ela, foi um episódio de intolerância religiosa. "Os escritores que me criticaram levam seus filhos no shopping para sentar no colo do papai noel que não existe, compram ovos de páscoa de um coelho que não existe e falam de fadas. O seu filho pode falar com papai noel, com coelhinho da páscoa e com fadas, mas eu não posso falar com Jesus?", desabafou.

BOLSONARO

Durante a conversa, Damares aproveitou a oportunidade para elogiar Jair Bolsonaro. "Só um presidente corajoso tem a coragem de fazer o que nós vamos fazer". 

A pastora falou sobre um projeto apresentado por Bolsonaro sobre a construção de creches para idosos. "Só um presidente sensível pode pensar nisso", afirmou.