AnaMaria

Deixe o cheirinho de limpeza entrar na sua casa com essas sugestões

Mantenha seu lar tinindo com dicas do biomédico Roberto Figueiredo

Karla Precioso Publicado em 05/05/2019, às 17h00 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h47

Limpeza - ShutterStock
Limpeza - ShutterStock

Cientificamente falando, ninguém morre se comer um prato de comida onde uma mosca tenha pousado. Mas como moscas e baratas costumam carregar bactérias e coliformes fecais nas patas, provavelmente a pessoa que observar essa cena morrerá... de nojo! Portanto, a limpeza do lar é essencial.

Mas como evitar bolor nas paredes do banheiro ou afastar insetos nocivos da cozinha? O biomédico Roberto Figueiredo dá várias dicas no livro Xô, Bactéria! (Editora Manole). 

E um alerta especial às leitoras de AnaMaria: “Na cozinha, só use tábua de carne de plástico. No acessório de madeira, as bactérias se multiplicam rapidinho”.

DICAS PARA MANTER A HIGIENE GERAL

NA SALA 

SOFÁ:
o estofado acumula poeira e abre brechas para a proliferação de ácaros, principalmente os de tecido. O ideal é aspirar o móvel uma vez por semana. Se tiver almofadas soltas, bata-as e coloque-as no sol todo dia por 20 minutos. Depois, recoloque-as no lugar.

TAPETES E CORTINAS:
essas peças também acumulam pó e sujeira, possibilitando a multiplicação de ácaros. Para evitar isso, mantenha a casa arejada e procure lavar tapetes e cortinas mensalmente. O
intervalo máximo para essa limpeza é de três meses.

NA COZINHA 

ESPONJA DE LOUÇA:
ela é um dos principais focos de bactérias da cozinha. Deve ser higienizada diariamente e sua vida útil não deve passar de sete dias. Após cada uso, lave com água e detergente, e deixe-a secar. Outra dica é preparar uma solução com 2 col. (sopa) de água sanitária e 1 litro de água. Mergulhe a esponja por até 10 minutos, torça e guarde em local seco, nunca sobre o sabão.

PIA:
o local onde estão depositadas louças sujas e os alimentos são manipulados também é fonte de germes. Todo cuidado é pouco na hora da limpeza. Misture 250 ml de água e 1 col. (chá) de água sanitária e jogue no ralo.

NO BANHEIRO

PAREDES E BOXE:
o vapor do chuveiro eleva a umidade das paredes, surgindo o bolor. A aplicação quinzenal de uma mistura feita com 50% de água sanitária e 50% de água elimina os fungos. Você também pode usar vinagre puro no rejunte. Aguarde pelo menos duas horas para enxaguar com água.

VASO SANITÁRIO:
não dê descarga com a tampa levantada! Isso espalha no ar germes que ficarão rodando pelo ambiente por até duas horas, contaminando escovas de dente e outros materiais dispostos sobre a pia. Portanto, mantenha a privada sempre fechada. E faça uma limpeza todos os dias com desinfetante e água sanitária.

NO QUARTO

COLCHÃO:
nele, os ácaros também costumam fazer a festa. A cada 15 dias, aspire-o e, em seguida, passe um pano levemente embebido em álcool puro. Deixe ventilar por alguns minutos. Se preferir, deixe-o secar ao sol. 

GUARDA-ROUPA:
é comum o aparecimento de traças no interior do móvel. Apesar de não representarem riscos à saúde, são uma praga. Por isso, devem ser combatidas, evitando que destruam as roupas. Coloque no fundo do armário algumas pastilhas de formol (à venda em lojas
de materiais odontológicos) ou use um sachê (saquinho) de pano fino com pauzinhos de canela. Além de espantar a traça, a especiaria perfuma.