ultimas-noticias   / Preste atenção

Dicas para a cinetose não atrapalhar sua diversão nas férias

Movimento durante a viagem, brinquedos de parque de diversões e jogos em 3D podem desencadear o problema

Da Redação Publicado domingo 16 dezembro, 2018

Movimento durante a viagem, brinquedos de parque de diversões e jogos em 3D podem desencadear o problema
O diagnóstico da cinetose é feito baseado no histórico do paciente e testes no consultório - Banco de Imagens/Getty Images

Sabe aquele enjoo, tontura ou até a sensação de visão borrada, duplicada ou fora de foco, sentidos durante as viagens de carro, barco, assistindo filme, jogando videogame ou em brinquedos de parque de diversões? Esses sintomas são conhecidos pelos especialistas como características da cinetose ou “mal do movimento”.

De acordo com otorrinolaringologista Ricardo Landini Lutaif Dolci, professor instrutor de ensino do Departamento de Otorrinolaringologia da Santa Casa de São Paulo, o problema pode afetar homens, mulheres e até crianças, principalmente as que têm entre 2 e 12 anos de idade. 

“Essa doença é uma sensibilidade do labirinto, que surge quando há um conflito entre o que os olhos veem e o que o ouvido interno identifica. Sem saber qual informação é correta, o cérebro fica em dúvida sobre no que acreditar, surgindo então os sintomas”, explica o especialista.

É TIPO LABIRINTITE?
Não. A cinetose está mais relacionada com o quadro clínico de tontura em locais como barco em alto mar, ônibus em movimento, brinquedos de parque de diversões que giram, cinema 3D e assim por diante. 

Já a labirintite é uma infecção do labirinto que é mais rara e pode até desencadear perda de audição e tontura fortes. Nesse caso, a mais comum a pessoa sofrer de Labirintopatia, doença que pode ter inúmeras causas, como alteração metabólica pressão arterial descompensada, glicemia alterada, tireoide, estresse, entre outros.

COMO EVITAR?
O diagnóstico da cinetose é feito baseado no histórico do paciente e por meio de testes no consultório do otorrinolaringologista. Já o tratamento pode incluir medicamentos e até reabilitação vestibular.

No entanto, alguns cuidados podem ser tomados para que a cinetose não atrapalhe suas diversões nas férias. Abaixo o otorrinolaringologista dá algumas dicas:

  • Procure sentar no banco da frente ou próximo de janelas que devem ficar abertas e fixe o olhar em um ponto móvel no horizonte;
  • Evite ler ou usar celulares e tablets enquanto o veículo está em movimento;
  • Evite ter contato com odores fortes como os de gasolina, fumaça de cigarro ou perfume;
  • Não faça viagens com o estômago vazio. No entanto, antes dos trajetos, convém evitar comidas pesadas;
  • Em parques de diversões, evite brinquedos que girem ou virem de ponta-cabeça;
  • Não consuma bebidas alcoólicas ou fume antes das viagens, mesmo sendo o passageiro;
  • Sente-se pelo menos a um metro, ou mais, de distância do monitor ou da televisão;
  • Evite jogar videogame por períodos longos ou sem pausas. 
     

Último acesso: 28 Nov 2020 - 09:56:41 (1049238).