AnaMaria
Últimas Notícias / Polêmica

Eduardo Costa pode prestar serviço comunitário em processo contra Fernanda Lima

O MP sugeriu uma medida para o processo judicial movido pela apresentadora da Globo

Da Redação Publicado em 17/04/2019, às 17h50 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h47

Fernanda Lima e Eduardo Costa. - Reprodução/ Instagram
Fernanda Lima e Eduardo Costa. - Reprodução/ Instagram

Após a polêmica envolvendo o sertanejo Eduardo Costa e Fernanda Lima, apresentadora do ‘Amor & Sexo’, o Ministério Público sugeriu que o cantor prestasse 50 horas de serviço comunitário pelo processo judicial. As informações são do ‘Fofocalizando’.

Tudo começou depois que Costa criticou um discurso de Fernanda em seu programa na emissora dos Marinho. Nas redes sociais, ele a chamou de “imbecil”, e disse ainda que a atriz só fazia programa para “bandido, maconheiro, esquerdista e derrotado”.

No discurso da loira, ela citou a liberdade de expressão e a diversidade. “Vamos sabotar a engrenagem desse sistema de opressão. Vamos sabotar a engrenagem desse sistema homofóbico, racista, patriarcal, machista e misógino”, citou Lima no editorial.

Em dezembro do ano passado, a mulher de Rodrigo Hilbert decidiu processar Eduardo por calúnia, injúria e difamação. Depois da confusão, o cantor chegou a pedir desculpas para Fernanda em programas como o ‘Conversa com Bial’, no qual foi convidado.