Eterno professor Afrânio de 'Malhação', Charles Paraventi fala sobre polêmicas: ''Desastre, mas me reergui''

O ator deu adeus ao personagem após ser detido com maconha; hoje ele aposta em novos projetos na Globo

Naty Falla Publicado segunda 14 setembro, 2020

O ator deu adeus ao personagem após ser detido com maconha; hoje ele aposta em novos projetos na Globo
Em 2018 o ator retornou à 'Malhação', onde interpretou Tobias - Globo/João Miguel Júnior

O professor de biologia Afrânio foi um dos papéis mais marcantes da carreira de Charles Paraventi. Tanto que o personagem da novela teen ‘Malhação’ deixou o ator conhecido no Brasil inteiro e, até hoje, os telespectadores lembram de sua participação.

Mas a trajetória de Paraventi teve um desvio em 2006, quando ele se envolveu em uma polêmica e precisou dar adeus à TV Globo. Em entrevista exclusiva à AnaMaria Digital, o artista fala da carreira, relembra o processo de demissão e o que aprendeu ao retomar a vida artística.

RECONHECIMENTO
O ator conquistou o papel em ‘Malhação” em 2001, após chamar a atenção no programa Globo Ciência. Ao interpretar Afrânio, Paraventi conta ter se espelhado em professores que todo mundo já teve, especialmente os que chamavam a atenção por conta da aula dinâmica e criativa. “Acho que a arte da pedagogia é isso, passar uma informação de forma divertida. Educar não precisa ser aquela coisa chata”, relembra, ao falar sobre a composição do personagem. 

A experiência trouxe bastante repercussão nas ruas. “Quando você tem esse espaço na emissora é porque mereceu e conquistou. Assim que me viam, as pessoas me reconheciam e era algo maravilhoso. Esse contato com os fãs era um reflexo de um bom trabalho, que eu havia agradado”, conta. 


Divulgação/TV Globo

PROBLEMAS COM A POLÍCIA
Cinco anos mais tarde, porém, Charles Paraventi estampava as manchetes dos jornais por um outro motivo: havia sido preso por porte de maconha na zona sul do Rio de Janeiro (RJ). De acordo com uma matéria do jornal O Estado de S.Paulo na época, ele foi autuado como usuário e poderia ter sido liberado após depoimento, mas permaneceu detido porque tentou subornar os policiais. Ele nega.

Além desse episódio, em 2011 Paraventi foi acusado de agredir a ex-mulher durante uma discussão, sendo preso em flagrante. Depois de 16 dias na cadeia, acabou absolvido ao comprovar que ela mentiu. Ambos episódios já foram superados, de acordo com o ator.

“UM APRENDIZADO”
Por conta da primeira detenção, ele foi demitido de ‘Malhação’. Ao ser questionado sobre o que passou, o ator disse entender a postura da emissora. “Só tenho a agradecer pela oportunidade, além de me desculpar. Tudo isso foi um desastre para mim profissionalmente, pois não poderia mais seguir como o professor, aquele papel maravilhoso do Afrânio”, lembra Paraventi, ressaltando que há tempos não fuma mais maconha.

Apesar dos altos e baixos, o ator olha para o próprio passado como uma lição que foi aprendida e uma forma de humanizar o artista da TV, mostrando que todos podem errar. “Não sei se isso é bom ou não, mas me sinto bem em ser o mais transparente possível. Nós aprendemos com as experiências, uma pessoa sã está sempre se reavaliando, se reconquistando… desculpe o clichê, mas é isso, não podemos ficar parados chorando por ter pisado na bola. É aquilo: ‘levanta, sacode a poeira e dá volta por cima’”, reflete, fazendo referência à música de Beth Carvalho. 

Para Paraventi, as histórias de reconquista são bem melhores do que as de derrota, sendo importante focar nelas. “Estou me redescobrindo, me reconquistando e me apaixonado por mim nesse momento”, complementa. 


Instagram/@charlesparaventi

FILHO PRÓDIGO
Apesar da demissão, o ator conseguiu dar a volta por cima e voltar a participar de outros trabalhos no Grupo Globo, como em ‘Chapa Quente’, em 2015, e em ‘As Canalhas’, do mesmo ano, do GNT. Além disso, em 2018, se viu novamente na emissora após ser chamado para dar vida ao personagem Tobias, em ‘Malhação - Vidas Brasileiras’. 

“Não me lembro exatamente como foi o convite, mas fiquei com lágrimas nos olhos quando recebi. Era hora de voltar para uma casa maravilhosa, revendo o pessoal com quem havia trabalhado durante todo aquele tempo”, conta. “Interpretei um tipo de bandido trapalhão, o que acabou sendo uma história muito legal. O pessoal, os redatores, todo mundo foi maravilhoso comigo. Me senti como um filho voltando para casa.” 

Hoje, o ator mantém o contrato por obra na emissora e em breve poderá ser visto novamente nas telinhas. Mas vale lembrar que além da TV, Charles também trabalhou em mais de 54 filmes, sendo dois deles com o norte-americano Tony Scoot, que dirigiu longas-metragens famosos, como ‘Amor À Queima Roupa’ (1993) e ‘Chamas da Vingança’ (2004). Apostando ainda mais nas telonas, os trabalhos mais recentes dele foram em ‘Tô Ryca 2’ (cuja estreia foi adiada por conta da pandemia), ‘Marighella’ (2019) e ‘Os Farofeiros’ (2018).

Para o ator, todo esse trabalho foi essencial na hora de dar a volta por cima. “As pessoas que trabalharam comigo, os meus amigos… foi o que me salvou deste turbilhão", agradece. 


Charles Paraventi interpretou Rocha em 'Os Farofeiros' (2018) | Divulgação

Último acesso: 04 Mar 2021 - 12:48:54 (1123664).