AnaMaria

Evan Rachel Woods volta a falar sobre situações de abuso que sofreu

"Não lembro como é não me sentir apavorada", contou a atriz

Da Redação Publicado em 12/03/2019, às 10h18 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h46

Evan Rachel Wood ainda tenta se recuperar dos traumas - Reprodução/Instagram
Evan Rachel Wood ainda tenta se recuperar dos traumas - Reprodução/Instagram

Evan Rachel Woods, uma das protagonistas da série Westworld, se posicionou em favor da campanha "ImNotOkay" pela primeira vez em 2016, quando cedeu uma entrevista à Rolling Stone dizendo que já havia sido estuprada duas vezes, uma delas por seu ex-namorado e outra por um dono de bar. Ela publicou um vídeo na noite da última segunda-feira (11) em seu Instagram, em que voltou a falar sobre o assunto.

Ela iniciou dizendo que é muito difícil sentir-se segura e que todos os dias pensa no que aconteceu.

"Eu não estou bem, porque não importa quanto eu trabalhe isso, quanto eu tenha feito, eu ainda estou buscando paz e segurança", disse.

Em seguida ela afirmou que tenta esquecer tudo o que houve, mas que não conseguiu ainda.

"Estou tentando seguir em frente, mas ainda não sei se um dia serei capaz disso. Não estou bem porque não lembro como é o sentimento de não estar apavorada", encerrou o vídeo sem concluir seus pensamentos por conta do choro.

AUTO-MUTILAÇÃO

Em outra publicação, a atriz relatou que apesar de ter ido à público há mais de dois anos para falar sobre o assunto, só agora ela começou a entender o que houve.

"Quando isso acontece, é muito complicado; Você mente para si mesma. Você perde o senso de si e da realidade por estar presa nesse pesadelo", escreveu.

Além disso, ela também revelou que se mutilava na época em que sofria com os abusos do ex. Evan contou que recorreu a prática como forma de desarmar o agressor.

"Isso fazia com que os abusos parassem temporariamente. Naquele momento eu estava desesperada para parar com aquilo, mas estava com muito medo de deixá-lo", completou.