AnaMaria
Últimas Notícias / BASTIDORES

Ex-integrantes do Kid Abelha entregam bastidores e motivo que levou à separação da banda

Grupo teve fim declarado em 2016

Da Redação Publicado em 13/07/2020, às 12h07 - Atualizado em 16/07/2020, às 13h20

Kid Abelha se separou em 2016 - Divulgação
Kid Abelha se separou em 2016 - Divulgação

O Kid Abelha acabou em 2016, no entanto, ainda hoje existem repercussões sobre o fim do grupo. Tanto que no último domingo (12), em uma live no canal do YouTube da TV Maldita, três ex-bateristas da banda comentaram os bastidores e a separação.

De acordo com Kadu Menezes, que ficou 16 anos com o Kid Abelha, o fim da banda foi "coisa de empresário". "Tem empresário que visualiza no seu artista a possibilidade de ele ser uma coisa maior do que ele é", comentou. 

Para ele, um dos administradores da banda achava que a vocalista Paula Toller tinha potencial para seguir carreira solo.

Assim, a banda começou a ter atritos e diversas separações entre músicos, equipes técnicas e Paula. "O determinante para o fim foi essa história: a Paula vai ser diva, o Kid vai ser os outros dois caras, e a banda vai ser a banda, cada um no seu patamar. Tenho certeza que começou a degringolar por aí", opinou. 

Vale lembrar que a formação principal do Kid Abelha tinha Paula Toller, Leoni (até 1986), George Israel e Bruno Fortunato. 

BASTIDOR

Kadu também relembrou um episódio de bastidor que teria levado à saída de Leoni da banda. Até hoje a versão mais conhecida é que ele resolveu deixar os companheiros ao não ser chamado para o palco por Leo Jaime num festival de música. 

Menezes contou, então, que Paula e Leoni acabaram brigando instantes antes da apresentação. 

"Depois [do show], todo mundo ia jantar junto. Fui na frente para segurar a mesa, mas ninguém apareceu", contou Claudio Infante, baterista do grupo na época, que não presenciou a discussão.