AnaMaria

Lucas Lucco abre o jogo sobre reversão de harmonização facial: ''Não gostei do resultado''

Cantor disse que não acha que a graduação acadêmica do profissional seja relevante no caso

Da Redação Publicado em 05/10/2020, às 16h35 - Atualizado às 16h35

Lucas Lucco abre o jogo sobre reversão de harmonização facial - Reprodução/Instagram
Lucas Lucco abre o jogo sobre reversão de harmonização facial - Reprodução/Instagram

Lucas Lucco decidiu se pronunciar a respeito da reversão da harmonização facial que realizou, tema que foi abordado durante o programa 'Fantástico', no último domingo (4). 

Na tarde desta segunda-feira (5), o cantor declarou que se preocupou com a repercussão do assunto, uma vez que não pretendia denegrir a imagem do profissional que realizou o procedimento estético no seu rosto. 

"Eu fiquei mais de um ano sem falar sobre o assunto da reversão, pensando que isso poderia acarretar problemas na carreira do profissional que fez o procedimento em questão. Me recusei a citar nomes mesmo sendo questionado. Eu não denegri a imagem do profissional e não diminui a formação do mesmo. Se é um médico ou odontologista, para mim é indiferente. O pedido do jornal foi contar a minha experiência com a harmonização facial e isso foi feito", explicou. 

O famoso assegurou ainda que o único motivo que o levou a reverter o processo foi por não ter gostado do resultado final. 

"Tenho ciência de que esse tipo de procedimento faz bem para muitas pessoas e de que ele pode ser feito por um dentista ou médico. A decisão de fazer a reversão foi por um motivo só: eu não gostei do resultado. Podia ser qualquer um. Fulano ou ciclano, eu faria o mesmo. Qualquer profissional formado em qualquer na área faz seu trabalhando sabendo que há um risco do cliente não gostar", disse. 

O maridão de Lorena Carvalho destacou que não tem intenção de processar o profissional responsável. 

"O que vai fazer o resultado ser mais assertivo é a competência, bom senso e profissionalismo de cada um. E não só uma formação na faculdade. Continuo firme ao propósito principal. Procedimentos estéticos não devem ser banalizados só porque artistas vivem fazendo. Como influenciador, quero alertar para a importância da comunicação e alinhamento das expectativas entre profissional e paciente para evitar esse tipo de chateação e maiores problemas. Não usam minhas palavras nessa discussão 'entre classes', pois não tenho absolutamente nada com isso. Muito menos entrei com processo contra alguém. Isso não é necessário", afirmou. 

Para finalizar, relembrou que, na sua opinião, o ocorrido não se relaciona com a graduação realizada pelo profissional. 

"Isso não tem a ver com formação acadêmica e eu não acho que preciso pedir desculpas por dizer que não gostei do resultado de um procedimento estético feito por quem quer que seja", concluiu.