AnaMaria

Morre aos 92 anos o arquiteto argentino César Pelli, designer das Torres Petronas

Morre o arquiteto argentino César Pelli, aos 92 anos

Da Redação Publicado em 20/07/2019, às 16h30 - Atualizado em 18/08/2019, às 10h56

César Pelli desenhou diversos monumentos notóricos. - AFP
César Pelli desenhou diversos monumentos notóricos. - AFP

Morreu, na última sexta-feira (19), o arquiteto argentino César Pelli, conhecido mundialmente por ter desenhado as Torres Petronas de Kuala Lumpur, na Malásia, e o World Financial Center, localizado na cidade de Nova York, nos Estados Unidos.

Juan Manzur, governador de San Miguel de Tucumán, cidade natal de César, usou as redes sociais para lamentar a morte do idoso. “Com muito pesar recebemos a triste notícia do falecimento do grande arquiteto César Pelli”, começou ele.

“A trajetória mundial do arquiteto Pelli tem sido um orgulho não só para os ‘tucumanos’, mas também para todos os argentinos. Um filho desta terra que transcendeu pela qualidade e a monumentalidade de suas obras e por sua enorme capacidade de trabalho”, completou Manzur.

Mauricio Macri, presidente da Argentina, também prestou suas condolências à família e amigos do homem. “As obras que deixa no mundo como legado são um orgulho para os argentinos”, disse.

Graduado na Universidade Nacional de Tucumán, Pelli vivia em Connecticut, nos Estados Unidos, desde os anos 1960. Ele foi o decano da Faculdade de Arquitetura da Universidade de Yale entre 1977 e 1984, e recebeu a medalha de ouro do Instituto Americano de Arquitetos, entre dezenas de outros prêmios.