AnaMaria
Últimas Notícias / Polêmica

Pastor Renato Cardoso critica Lívia Andrade por fake news e exige desculpas

Apresentadora teria dito que líderes religiosos vendiam "álcool em gel ungido de Deus"

Da Redação Publicado em 27/03/2020, às 10h33 - Atualizado às 10h34

Renato Cardoso e Lívia Andrade protagonizam polêmica - Record TV/SBT
Renato Cardoso e Lívia Andrade protagonizam polêmica - Record TV/SBT

Renato Cardoso, apresentador da Record TV e pastor da igreja Universal, exigiu desculpas de Lívia Andrade por ter espalhado uma fake news sobre líderes religiosos, na quinta-feira (26). 

Tudo começou quando a apresentadora do 'Fofocalizando', do SBT, disse durante transmissão ao vivo que religiosos vendiam "álcool em gel ungido de Deus", como forma de se proteger contra o novo coronavírus.

"Infelizmente, nós temos imagens de líderes religiosos que usam esse momento difícil para ganhar muito dinheiro. Eu cheguei a ver que uma das igrejas tá vendendo álcool em gel ungido por 500 reais. Isso é real, eu vi essa imagem e estou chocada", disse ela no programa do último dia 19. 

No Instagram, Renato afirmou que as imagens exibidas pelo vespertino eram falsas. "O que nos surpreende é que uma pessoa que está à frente de um programa de televisão passaria essa informação adiante, sem verificar, para induzir os seus telespectadores ao erro e manchar a imagem de uma instituição tão séria no Brasil", criticou ele. 

DECEPÇÃO

Além disso, o pastor ainda se mostrou decepcionado com Chris Flores, que faz parte da atração do SBT e que já trabalhou na Record TV. 

"É triste que a Chris Flores, que eu conheço há tanto tempo, que já trabalhou aqui na Record, que nos conhece, que conhece a Universal, perdeu a oportunidade de desbancar essa notícia falsa da Lívia Andrade. Triste, eu esperava mais de você, Chris, porque você conhece o bispo [Edir] Macedo, você conhece o trabalho sério da Universal", desabafou ele. 

RETRATAÇÃO

No dia seguinte ao programa, Lívia se retratou e pediu desculpas às pessoas que se sentiram ofendidas por sua fala. 

No entanto, o pedido não foi bem aceito por Renato, que exigiu que ela se desculpasse da ''forma correta''. 

"Você pediu desculpas às pessoas que se sentiram ofendidas, mas não pediu desculpas à Universal, não pediu desculpas aos pastores da Universal, que foram os principais manchados com essa fake news", disparou ele. 

"Talvez isso tenha servido para você refletir melhor lá na frente. Eu sei que pessoas públicas que apresentam programas às vezes são induzidas ao erro, mas é muito importante a gente rever os nossos conceitos e preconceitos. E sempre verificar a fonte da informação, isso é o básico para quem está na televisão", finalizou Renato Cardoso.

Lívia Andrade ainda não se pronunciou sobre o caso.