AnaMaria
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaSpotify AnaMaria

Tremores de terra são sentidos no Rio Grande do Norte

Foram registrados dois abalos sísmicos no Rio Grande do Norte no domingo (31)

Por Madson Euler - Repórter da Rádio Nacional - São Luís Publicado em 01/08/2022, às 15h02

Magnitude dos tremores chegou a 3,7 - Pixabay/win666666
Magnitude dos tremores chegou a 3,7 - Pixabay/win666666

Dois tremores de terra foram sentidos no litoral do Rio Grande do Norte nesse domingo (31). O epicentro ocorreu no Oceano Atlântico.

O primeiro evento, de magnitude 2,4 na escala Richter, foi registrado por volta de 0h34. Segundo informações recebidas pelo Laboratório Sismológico da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), o tremor foi sentido por moradores do município de Maxaranguape, a 40km de Natal, e por moradores de Maracajaú, a 50 km da capital.

Já por volta das 19h do mesmo dia, um segundo tremor de magnitude 3,7 na escala Richter foi registrado pelas estações sismográficas nas mesmas regiões do evento anterior, e também na capital, Natal, conforme relatos de moradores nas redes sociais.

Essa é a atividade sísmica mais forte registrada pelo Laboratório Sismológico da UFRN desde janeiro deste ano, quando outro sismo da mesma magnitude foi registrado em Marabá, no Pará.

O maior terremoto no Rio Grande do Norte, no entanto, aconteceu em 1986. Na ocasião, o fenômeno de magnitude 5,1 fez casas desabarem no município de João Câmara.

Segundo a Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais (CPRM), vinculada ao Ministério de Minas e Energia, no Brasil ocorrem, a cada ano, em média, 20 sismos de magnitude maior que 3 pontos na escala Richter, com dois deles com magnitude maior que 4 a cada ano.