AnaMaria
Últimas Notícias / Polêmica

UFMG apura denúncias contra professora da instituição que participou de ''BBB''

"Não fizeram nada por mim além de me condenar, me castigar e me punir", desabafou Mara Telles

Da Redação Publicado em 07/02/2019, às 10h31 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h46

Mara se defendeu nas redes sociais - Reprodução/Facebook
Mara se defendeu nas redes sociais - Reprodução/Facebook

Mara Telles foi a primeira eliminada do Big Brother Brasil 18, edição que foi ao ar ano passado, e agora está sendo processada administrativamente pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), instituição onde trabalha como professora de ciências políticas, por ter participado do programa.

Segundo a assessoria de imprensa da instituição, a Ouvidoria recebeu denúncias por quebra de dedicação exclusiva da docente após ela ter participado do reality show, o que está sendo aputrado no momento.

Mara expôs algumas das denúncias em seu Facebook em dezembro do ano passado e classificou-as como julgamentos morais. Ela também se denfendeu alegando sua posição como professora e seus feitos dentro da instituição.

"A UFMG não fez nada por mim, além de me condenar, me castigar e me punir, quando se sabe que mais da metade dos docentes não fazem metade do que eu faço", completou.

Confira algumas das denúncias: