AnaMaria

Zeca da Cuíca, baluarte do Carnaval carioca, morre aos 85 anos

Veterano era considerando um dos baluartes do Carnaval Carioca

Da redação Publicado em 05/09/2020, às 09h30 - Atualizado às 09h36

Morre Zeca da Cuíca aos 85 anos - Divulgação
Morre Zeca da Cuíca aos 85 anos - Divulgação

Morreu na noite da última sexta-feira (4) o sambista José de Oliveira, mais conhecido como Zeca da Cuíca, aos 85 anos, da escola de samba Estácio de Sá. A causa da morte da morte não foi informada.

Alé dos diversos trabalhos desenvolvidos com artistas da MPB, Zeca foi homenageado no Carnaval de 2018 pela escola Nova Geração do Estácio, com o enredo 'Zeca da Cuíca, sublimes lembranças de um mestre em acordes o compasso da emoção. A nova Geração é seu palco na passarela de ilusões'.

A Escola de Samba até mesmo emitiu um comunicado falando sobre o falecimento do veterano.

"A diretoria da Associação das Escolas de Samba Mirins lamenta o falecimento de José de Oliveira. Aos familiares, amigos e integrantes da vermelha e branca do Morro de São Carlos, nosso sentimento de pesar. Que Zeca da Cuíca descanse em paz!", disse a nota oficial.

Nascido em Friburgo, Zeca se destacou como ritmista na São Carlos, escola do bairro onde foi morar aos 3 anos de idade.

Sua primeira cuíca foi um presente de Sjalma Sabiá, amigo de longa data do sambista. 

Em meados dos anos 60, ajudou a criar o grupo Originais do Samba, e já tocou com grandes nomes como Jorge Aragão, Marisa Monte e Paulinho da Viola.

O velório de Zeca acontecerá neste sábado (5), na quadra da Estácio. Seu corpo será velado no cemitério do Catmbi à partir das 13h