AnaMaria
Busca
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaYoutube AnaMariaTiktok AnaMariaSpotify AnaMaria
Últimas / Família Real

Príncipe Harry não usará uniforme militar no funeral de Elizabeth II por saída da realeza

Apesar de ter sido militar no passado, príncipe Harry perdeu seus títulos em 2020

Da Redação Publicado em 13/09/2022, às 13h38

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
O filho de Elizabeth II, príncipe Andrew, também não faz mais parte da "realeza sênior" - Instagram/@royalsussexwindsors
O filho de Elizabeth II, príncipe Andrew, também não faz mais parte da "realeza sênior" - Instagram/@royalsussexwindsors

Diferente de outros membros de sua família, o príncipe Harry não usará um uniforme militar no funeral de Elizabeth II. Isso porque o traje é exclusivo àqueles que fazem parte da “realeza sênior”.

De acordo com o Palácio de Buckingham, apenas membros da família real que tenham patente militar podem usar os uniformes nos cinco maiores eventos cerimoniais e no funeral. Entre eles estão: o rei Charles III, a princesa Anne, o príncipe Edward e o príncipe William, filhos e neto da rainha.

O príncipe Andrew, filho de Elizabeth II, e Harry não faz mais parte da "realeza sênior", apesar de já terem servido às forças militares britânicas: Andrew foi da Marinha Real durante 22 anos e atuou como piloto de helicóptero na Guerra das Malvinas (1982). Já Harry serviu ao Exército Britânico por 10 anos e tinha três títulos militares.

O filho da rainha perdeu os títulos militares e os patrocínios reais em janeiro de 2022, ao ser acusado de assédio por Virginia Roberts Giuffre. No entanto, uma exceção especial foi concedida a ele, que poderá usar o uniforme na última vigília, como sinal de respeito à mãe.

Enquanto isso, o neto foi destituído das forças armadas britânicas em 2020, quando deixou a realeza ao lado da esposa, Meghan Markle, e do filho, Archie, e se mudou para os Estados Unidos.

MENSAGEM DE CAMILLA

A Rainha Consorte Camilla Parker Bowles prestou uma homenagem simbólica e discreta à sogra, a Rainha Elizabeth II, falecida na última quinta-feira (8), durante seu velório realizado na Catedral de St. Giles, em Edimburgo, capital da Escócia. Segundo fontes, a homenagem estava presa à roupa de Camilla, um presente dado pela finada rainha.

O portal estadunidense ‘People’ confirmou com os assessores pessoais da realeza britânica que o broche de diamantes usado por ela durante a cerimônia foi um presente pessoal dado pela sogra em uma ocasião especial.

Apesar do relacionamento turbulento, dos escândalos e da lei real envolvendo divórcios, durante o Jubileu de Platina dos 70 anos do reinado de Isabel II, Elizabeth expressou sua vontade de que Camilla se tornasse rainha consorte quando Charles fosse coroado rei.

Apesar do título deixado por Elizabeth II a Camilla e do gosto pela nora, vários dos bens deixados pela monarca irão direto para a agora Princesa de Gales, Kate Middleton, esposa do Príncipe William.

Em sua história com Charles, Camilla e o rei tiveram um relacionamento ainda na adolescência, mas que acabou por causa do primeiro casamento dela e da ida do atual Rei ao exército britânico. Ele então se casou com a Princesa Diana, e somente em 2005 acabou trocando alianças com a atual esposa.

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!