AnaMaria
Casa / Responsabilidade

Aprenda como diminuir a produção de lixo em casa com dicas práticas

Algumas trocas simples reduzem o descarte e tornam você mais amiga do meio ambiente

Lígia Menezes Publicado em 27/09/2020, às 08h00

A reciclagem ainda não acontece no volume necessário por aqu - jacqueline macou/Pixabay
A reciclagem ainda não acontece no volume necessário por aqu - jacqueline macou/Pixabay

A humanidade produz cerca de 2 bilhões de toneladas de lixo por ano, de acordo com dados divulgados pela Organização das Nações Unidas (ONU). O mais chocante é que 99% dos produtos comprados atualmente são jogados fora em menos de seis meses. 

No Brasil, os números sobre lixo e desperdício são igualmente preocupantes. Segundo a Associação Brasileira das Empresas de Limpeza Pública (Abrelpe), os domicílios brasileiros geraram, em 2018, 79 milhões de toneladas de resíduos. Disso, apenas 59,5% tiveram a destinação correta. 

Ou seja: a reciclagem ainda não acontece no volume necessário por aqui. Além de separar o lixo e verificar se em sua cidade, de fato, ela está acontecendo, a minimização no consumo e a redução na produção do lixo caseiro também são medidas importantes e que estão ao alcance de todos. Confira como viver o minimalismo e consumir de maneira consciente e sustentável.

SUBSTITUA OS DESCARTÁVEIS 
A tecnologia permitiu às empresas criarem itens de higiene pessoal laváveis, como absorventes e fraldas. Esqueça o preconceito: eles já são modernos e super confortáveis. As fraldas da empresa Dipano, por exemplo, nada têm a ver com as fraldas de pano utilizadas pela geração de 1960-1980. 

Possuem botões, estampas e podem ser lavadas na máquina! Já os absorventes são confortáveis e bem fáceis de higienizar. Há ainda calcinhas absorventes da empresa Korui – quem usa garante sensação máxima de liberdade. 

Para quem é adepta ao absorvente interno, também existe uma solução minimalista: o coletor menstrual, um copinho para inserir no canal da vagina que garante segurança durante 12 horas, já recomendado por ginecologistas. Com relação às sacolinhas plásticas, substitua-as pelas ecobags na hora de carregar as compras. Deixe sempre uma à disposição no banco do carro ou na bolsa.

TESTE ANTES DE COMPRAR 
Sua amiga possui um produto que você está cobiçando? Antes de comprar, peça emprestado e veja se você se adaptaria ao uso. Caso positivo, faça a compra. Caso negativo, desista da ideia. Dessa maneira, você poupa dinheiro e ainda evita o descarte de mais lixo no mundo. É isso: não se deixe levar pelo impulso. Planeje bem suas compras e reflita sempre se aquilo é realmente necessário antes de adquirir algo.

BUCHA VEGETAL NA COZINHA E NO BANHEIRO 
Você encontra na feira – e pode ir cortando pedaços para usar no banho e na cozinha. Elas são sustentáveis, ao contrário da esponja de plástico, pois duram mais e se degradam no ambiente após o descarte.

FESTAS COM ITENS DE MADEIRA E PAPELÃO 
Chega de pratinhos e garfinhos de plástico. Em algumas cidades, eles até já estão com os dias contados. A saída é utilizar opções de papelão ou madeira, mais resistentes e menos poluentes.

TALHERES, CANUDO E COPO SEMPRE NA BOLSA 
Seja prevenida: para evitar usar talheres, canudos e copos de plástico cedidos nos estabelecimentos, tenha um kit com esses utensílios na bolsa. Geralmente, os talheres são feitos de bambu e acompanham uma bolsinha linda para guardá-los após o uso (você nem precisa lavar na hora, apenas quando chegar em casa). Para os copos, opções como da empresa Menos 1 Lixo são retráteis e cabem no bolso. Para o canudo, opções de bambu ou inox substituem o descartável. 

PET SUSTENTÁVEL 
Seu cachorro só faz xixi no tapete higiênico? Então, é hora de conhecer os tapetes higiênicos laváveis à venda em petshops on-line. Uma camada de tecido macia em cima e, por baixo, um plástico resistente que impede que o xixi vaze. Pode ser lavado em máquina após o enxágue e dura cerca de cinco anos. Seu bolso também agradece a troca. Enquanto um pacote com 30 tapetes custa, em média, R$ 55, um tapete lavável custa R$ 30. Você precisa de apenas três para revezar o uso sem passar perrengue.

PREFIRA PRODUTOS A GRANEL 
Fuja dos potinhos e embalagens plásticas geralmente oferecidos com cereais, grãos e frutas secas. Leve seu saco de pano ou recipiente de vidro para lojas que vendem a granel. A opção, por ser ecologicamente correta, está voltando às grandes cidades com tudo.

DUCHA HIGIÊNICA
O que te parece mais limpo: higienizar uma superfície com papel ou lavá-la com água? A ducha higiênica está presente em muitas casas brasileiras, mas ainda é pouco utilizada. Se você substituir o papel higiênico por ela + uma toalha, seu lixo reduzirá drasticamente. Ah, a toalha pode ser lavada sempre que necessário. O gasto de papel acaba e a limpeza segue igual ou melhor. 

APROVEITE OS VEGETAIS POR INTEIRO! 
Talos, cascas e folhas de vegetais podem ser usados como ingredientes em muitas receitas de bolos e tortas. Você ainda pode fazer um delicioso caldo de legumes e congelar por até três meses para utilizar em suas receitas.

NÃO ACUMULE, FAÇA DOAÇÕES 
Itens em desuso ocupam espaço e podem servir para outras pessoas em vez de irem para o lixo.

REUTILIZE POTES DE VIDRO NA COZINHA 
Sabe a garrafa de vidro do suco de uva? Pode ser reutilizada para gelar água ou chá. E os potes de vidro de azeitona e champignon, após limpos e secos, servem como porta-temperos. Tire o rótulo, etiquete e pronto!