AnaMaria

Espinha na vida adulta?

Ela surge quando os poros ficam entupidos, levando a processos inflamatórios

Thaís Carvalho, dermatologista da Onodera Estética Publicado em 29/06/2017, às 14h00 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h45

Espinha na vida adulta? - Shutterstock
Espinha na vida adulta? - Shutterstock
“É normal ter muita espinha mesmo na vida adulta?” 

Na puberdade, devido à elevação dos níveis hormonais, existe uma predisposição para o surgimento da acne. No entanto, não é um quadro comum somente na adolescência. Na fase adulta, as espinhas surgem quando os poros ficam entupidos, levando a processos inflamatórios. Essas obstruções e inflamações podem surgir por diferentes motivos, como períodos menstruais, excesso de oleosidade ou suor, má alimentação, uso inadequado de cosméticos, estresse... Para proteger a pele: lave o rosto com sabonetes especiais ao menos duas vezes ao dia, tire a maquiagem antes de dormir, evite alimentos gordurosos, industrializados, repletos de sódio e de açúcar, e beba bastante água, pois ela elimina as toxinas que podem causar inflamações. Por último, não esprema cravos e espinhas, pois o manuseio errado pode deixar marcas permanentes e, até mesmo, aumentar a inflamação. Invista em limpeza de pele para remover impurezas e promover a higiene dos poros!


Envie suas perguntas aos nossos especialistas pelo e-mail anamaria@maisleitor.com.br