AnaMaria

Livre-se do cortisol e seque 2 kg por semana

Relacionado ao estresse, esse hormônio favorece o acúmulo de gorduras na barriga e é o inimigo número 1 da balança

Marília Medrado Publicado em 25/01/2018, às 16h00 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h45

Livre-se do cortisol e seque 2 kg por semana - iStock
Livre-se do cortisol e seque 2 kg por semana - iStock

Quem vive com os nervos à flor da pele geralmente também passa horas sem comer – ou se empanturra em decorrência da ansiedade. Com a preocupação, é difícil dormir. E dá-lhe cafeína para aguentar o tranco. Esse ritmo é um prato cheio para elevar os níveis de cortisol, hormônio produzido pelas glândulas adrenais. Em excesso, ele é o inimigo de quem quer secar. Além do estresse, da cafeína, do jejum
prolongado e das noites maldormidas, o cortisol pode “disparar” por conta de álcool, aditivos químicos e sobrepeso. Segundo a nutricionista Ana Paula Santos, se você ingerir os alimentos certos, caminhar 30 minutos três vezes por semana e praticar atividades relaxantes, é possível controlar o hormônio e, de quebra, eliminar peso.

O peso do hormônio

O grande problema do cortisol é que ele inibe a ação da leptina, a responsável por dar sensação de saciedade. “Ele também causa maior
retenção de líquidos e produção e acúmulo de gordura, especialmente a abdominal”, diz Ana. Ainda aumenta aquela vontade louca de comer um pãozinho! “Isso acontece porque o cortisol reduz os níveis de serotonina e dopamina, neurotransmissores importantes para regular o desejo por carboidratros.” As regras para virar esse jogo são: comer a cada três horas, apostar em alimentos de baixo índice glicêmico, eliminar industrializados e evitar os ricos em cafeína, pois afetam as glândulas adrenais.

Alimentos anticortisol

Abacate: tem beta-sitosterol, composto que inibe a liberação de cortisol, ajudando a queimar a gordura da barriga.
Porção: 3 col. (sopa) ao dia.

Frutas cítricas: acerola, laranja, limão e kiwi são ricos em vitamina C, essencial para as glândulas adrenais funcionarem bem.
Porção: 2 frutas ao dia.

Folhas verde-escuras: vegetais como brócolis, espinafre e alface reduzem níveis de cortisol.
Porção: 2 col. (sopa) duas vezes ao dia.

Chá-verde: eleva os níveis de dopamina, substância ligada à sensação de bemestar, motivação e saciedade.
Porção: 3 xícaras (chá) ao dia.

Iogurte: as suas bactérias do bem estimulam a produção dos neurotransmissores, promovendo relaxamento e sono.
Porção: 1 unidade (200 ml) ao dia.

Aveia: as suas fibras ajudam a eliminar as toxinas que estressam o metabolismo e provocam o aumento do cortisol.
Porção: 2 col. (sopa) ao dia.

Arroz integral: fortalece a produção de dopamina e é rico em triptofano, aminoácido que promove a formação da serotonina, traz bem-estar
e controla a compulsão por doces.                                                                                                                                                            Porção: 3 a 4 col. (sopa) ao dia.

Castanha-do-pará: possui magnésio e selênio, minerais antiestresse.
Porção: 2 castanhas-do-pará ao dia.

Linhaça e chia: são fontes de ômega-3, que regula as glândulas adrenais e equilibra a produção de cortisol. Ambos têm magnésio, que auxilia no controle das emoções.
Porção: 1 col. (sopa) ao dia.

Mais bem-estar, menos gordurinhas!
A nutricionista Ana Paula Santos elaborou um cardápio para perder de 1,5 kg a 2 kg por semana

Dia 1

Café da manhã:  Suco verde [bata 200 ml de água com ½ limão com casca, 1 folha de couve, 1 maçã e 1 col. (sopa) de linhaça. Coe e beba] + 1 ovo mexido com orégano e 1 col. (sopa) de aveia

Lanche da manhã: 2 castanhas-do-pará + 1 xícara de chá-verde batido com um punhado de acerola

Almoço: Um prato de salada de folhas com tomate, salsinha e couve-flor cozida a vapor + vagem e cenoura cozidas a vapor + 1 filé de peixe grelhado + 3 col. (sopa) de arroz integral + 2 col. (sopa) de feijão

Lanche da tarde: 200 ml de iogurte + 1 laranja com bagaço picada + 1 col. (sopa) de aveia

Jantar: 1 prato (servir) de folhas com 3 col. (sopa) de abacate picado + 3 col. (sopa) de purê de inhame + 3 col. (sopa) de carne moída

Ceia: 1 xíc. (chá) de chá de camomila + 1 pera

Dia 2

Café da manhã: Suchá (bata 200 ml de chá-verde com 1 kiwi) + 1 fatia de pão de aveia + 1 fatia de queijo branco com alecrim

Lanche da manhã: ½ mamão papaia com canela + 1 xíc. (chá) de chá-verde com ½ limão

Almoço: 1 prato de salada de folhas com pedaços de laranja + 3 col. (sopa) de abóbora refogada + 3 col. (sopa) de arroz integral com lentilha + 1 concha de feijão + 1 omelete (2 claras e 1 gema) com tomate e cebola

Lanche da tarde: Shake: 100 ml de água + 100 ml de iogurte desnatado + 3 col. (sopa) de abacate + 1 col. (sobremesa) de mel

Jantar: 1 prato de canja de galinha com cenoura, arroz integral, hortelã, cebola e azeite

Ceia: 1 xíc. (chá) de chá de cidreira + 1 banana cozida com 1 col. (sopa) de chia e uma pitada de canela