AnaMaria
Busca
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaYoutube AnaMariaTiktok AnaMariaSpotify AnaMaria
Diversos / Saúde

7 hábitos que ajudam a controlar o estresse

É importante gerenciar o estresse de forma adequada para manter a saúde do coração

Redação EdiCase Publicado em 27/04/2023, às 07h00

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Aprender a estabelecer limites é ideal para manter a saúde mental - Ground Picture | Shutterstock
Aprender a estabelecer limites é ideal para manter a saúde mental - Ground Picture | Shutterstock

Embora seja necessário para a autoproteção, o estresse pode ser bastante prejudicial à saúde. Quando é estabelecido de forma crônica, ele se torna um fator de risco para doenças cardiovasculares, que, segundo a Organização Pan-Americana da Saúde, são a principal causa de morte no mundo.

Uma pesquisa realizada pelo The Journal of the American Medical Association concluiu que pacientes com doenças cardíacas que experimentaram estresse mental eram mais propensos a sofrer um ataque cardíaco não fatal ou morrer de uma doença cardiovascular.

“Outras pesquisas recentes mostram que o estresse mental crônico pode ser tão ou mais prejudicial para a saúde do coração do que pressão alta, cigarro, obesidade, sedentarismo e outros fatores”, afirma o Dr. Rizzieri Gomes, médico cardiologista e especialista em melhoria da qualidade de vida.

Como o estresse prejudica o coração

Conforme explica o especialista, o estresse afeta diretamente o coração. “O estresse causa a diminuição da quantidade de oxigênio que chega ao músculo cardíaco, chamado miocárdio, aumentando o risco de eventos cardiovasculares adversos, como o infarto. Sendo assim, é importante controlar o estresse no dia a dia para manter a boa saúde do coração”, afirma o Dr. Rizzieri Gomes.

Reduzindo o estresse

Para não chegar a um nível extremo da condição, os médicos recomendam uma receita clássica: combinar uma alimentação saudável a uma rotina de exercícios físicos frequentes. “Praticar exercícios físicos de alta intensidade, aqueles que aceleram os batimentos cardíacos, ajuda na liberação de endorfina no corpo. O hormônio ajuda a neutralizar a adrenalina liberada pelo estresse”, explica o Dr. Rizzieri Gomes.   

A saúde é algo que não conseguimos mensurar e que nos é lembrada quando ficamos doentes. “Para se ter uma melhor saúde do coração, a receita é preciso mudar o estilo de vida, e isso é uma trajetória que traçamos diariamente. A criação de um novo estilo de vida é um caminho longo a ser percorrido, mas é preciso lembrar que as mudanças são por você e para a sua vida”, ressalta o médico.

Mulher sorrindo com tomate na boca e segurando um garfo e um recipiente com salada
Uma alimentação saudável e a uma rotina de exercícios físicos podem ajudar a controlar o estresse (Imagem: RossHelen | Shutterstock)

Controlando o estresse

Para te ajudar a controlar o estresse e garantir uma vida saudável, o cardiologista Dr. Rizzieri Gomes dá algumas dicas. Confira!

1. Exercite-se regularmente

Tente fazer da prática um estilo de vida. Comece com uma atividade que traga prazer. Vá caminharno parque sozinho, com um amigo, com o cachorro, comece a nadar na piscina do prédio, andar de bicicleta… O primeiro passo é entender o que dá prazer para que se tenha ânimo e vontade de sair de casa.

2. Adote uma alimentação mais saudável

Deixe a alimentação mais balanceada por meio da ingestão de frutas, verduras e legumes, pois o nosso corpo precisa de vitaminas e minerais para funcionar perfeitamente.

3. Beba água

A ingestão de água é necessária, já que muitas funções do corpo dependem dela para funcionar corretamente.

4. Aprenda técnicas de relaxamento

Técnicas como meditação, respiração profunda e yoga podem ajudar a reduzir o estresse e a ansiedade.

5. Tenha um sono de qualidade

Com a atividade física, vêm o cansaço e o relaxamento, ajudando na hora de dormir. O sono auxilia no equilíbrio de todo o organismo a curto, médio e longo prazo. O sono traz qualidade de vida e saúde.

6. Estabeleça limites saudáveis

Aprender a dizer “não” quando necessário, saber até onde você aguenta seguir com tarefas ou situações de sobrecarga (seja física, seja emocional) e aprender a delegar tarefas são ações as quais podem reduzir o estresse.

7. Encontre passatempos relaxantes

Atividades que ajudem a relaxar e a descontrair, como ler um livro, pintar ou ouvir música, podem ajudar a diminuir o ritmo do dia a dia e, com isso, reduzir o estresse.

Por Mariana Paker

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!