AnaMaria
Família/Filhos / Crianças

Medo infantil: como atividades lúdicas podem ajudar meu filho a perder o medo exagerado?

Psicóloga Nataly Martinelli explica estratégia simples para lidar com o medo infantil

Da Redação Publicado em 17/04/2022, às 08h40

Algumas atividades podem ajudar seu filho a superar o medo de escuro, por exemplo - Freepik/pvproductions
Algumas atividades podem ajudar seu filho a superar o medo de escuro, por exemplo - Freepik/pvproductions

“Ouvi falar que processos lúdicos poderão ajudar meu filho a perder o medo exagerado de cachorro. É verdade?” E. R., por e-mail

O lúdico tem origem na palavra latina ludus, que quer dizer jogo. O ato de jogar ativa o sistema límbico, desencadeando uma série de resultados mentais e físicos. O impacto disso no desenvolvimento infantil?

Como adultos, temos mais facilidade de concentração na oralidade, mas, na infância, fase de experimentação, o ouvir pode se tornar desinteressante e, por isso, substituível. É fácil perceber isso quando pedimos que a criança não faça algo e, logo em seguida, ela o faz! Por outro lado, quando incluímos a criança na experiência, ela consegue focar sua atenção nela.

Outra questão: como fazer isso em relação aos medos infantis? Uma criança incentivada através de processos lúdicos, com seu poder infantil de grande criatividade, conseguirá aprender de forma mais ágil! Assim, quando o assunto é medo em crianças, trabalhar o lúdico se torna uma solução eficaz.

Uma criança que tem medo do escuro, por exemplo, pode ressignificar este momento se você fizer da hora de dormir, uma experiência lúdica. Você pode contar histórias que a incentivem a ter coragem e, assim, ela aprenderá que é mais forte que seu medo. Crianças que têm medo de cachorro e outros animais e sofrem com isso, podem ser ajudadas com brincadeiras como fantoches, desenhos e histórias sobre estes animais.

Assim, pouco a pouco, ela se dessensibilizará, perdendo o medo exagerado. Encontrar a origem do medo infantil também é importante no processo de enfrentamento. Por isso, escute a criança. Se ela está com medo de algo em específico, análise: de onde veio o receio. Alguém da família apresenta esse medo? Ela ouviu alguma história negativa que a influenciou? Permita que a criança se expresse e use o lúdico para ajudá-la!

COMO APLICAR

Um jeito de usar o lúdico contra o medo infantil é aplicar um exercício de respiração: ajude a criança a imaginar uma travessa cheia de gostosos biscoitos que acabaram de sair do forno. E explique que, enquanto ela respira, está cheirando esses biscoitos, mas eles estão quentes, então, é necessário soprar sobre eles para esfriá-los. Repita quatro vezes .

LANCE MÃO DA IMAGINAÇÃO

Ajude a criança a imaginar um pássaro colorido no qual ela se transporta em suas asas e olha o universo. Tudo que está abaixo fica pequeno, como os seus medos. Usando a imaginação, incentive a criança a se olhar no espelho e observar os seus superpoderes escondidos.

NATALY MARTINELLI (@nataly_martinelli). Psicóloga clínica especialista nos transtornos de ansiedade. Autora do livro Fobia: enfrentando coragem e idealizadora do VHMIND, software de meditação com experiência de mindfulness. Site: www.natalymartinelli.com.br