famosos   / É De Casa

Fabiana Karla se emociona ao falar de Paulo Gustavo: ''Muita dor''

O humorista morreu na terça-feira (4), vítima de complicações da Covid-19

Da Redação Publicado sábado 8 maio, 2021

O humorista morreu na terça-feira (4), vítima de complicações da Covid-19
Fabiana Karla no 'É De Casa' - Globo

Fabiana Karla esteve no programa ‘É De Casa’ na manhã deste sábado (8) e homenageou o humorista Paulo Gustavo, que faleceu vítima de complicações da Covid-19.

"É muita dor, mas é uma dor que a gente quer transformar em uma eterna alegria, porque era assim que era Paulo Gustavo. A gente não tinha uma amizade muito íntima, mas a gente parecia que era muito próximo", disse ela à atração. 

"Paulo Gustavo veio para marcar esse momento de pandemia, de mostrar que uma pessoa tão grande se foi e que precisa-se fazer algo para outras pessoas que estão precisando, né? De vacina, de atenção. A ida de Paulo serve como marco para gente lembrar por muitas gerações que uma pessoa se foi por ser negligenciada, assim como muitos estão sendo. É um marco importante, ele é tão importante que ele tinha de ir desse jeito", continuou a atriz em conversa com a apresentadora Patrícia Poeta. 

A MORTE
O humorista Paulo Gustavo morreu na noite da última terça-feira (4), no Rio de Janeiro (RJ), vítima de complicações da Covid-19. Ele, que tinha 42 anos, vinha lutando contra a doença desde o dia 13 de março, quando foi internado para tratamento. 

A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa do ator. Em nota, a equipe médica lamentou a perda: “Às 21:12h desta terça-feira, 04/05, lamentavelmente o paciente Paulo Gustavo Monteiro faleceu, vítima da COVID-19 e suas complicações. Em todos os momentos de sua internação, tanto o paciente quanto os seus familiares e amigos próximos tiveram condutas irretocáveis, transmitindo confiança na equipe médica e nos demais profissionais que participaram de seu tratamento". 

Poucos horas antes, a assessoria do artista chegou a divulgar um boletim informando que o quadro de saúde do humorista era irreversível.  “Após a constatação da embolia gasosa disseminada ocorrida no último domingo, em decorrência de fístula brônquio-venosa, o estado de saúde do paciente vem deteriorando de forma importante. Apesar da irreversibilidade do quadro, o paciente ainda se encontra com sinais vitais presentes”, informou a equipe de Paulo, na ocasião.

O ator chegou a acordar e interagir com o marido e o grupo de profissionais durante o último final de semana. No mesmo dia, porém, teve piora em seus sinais vitais e nível de consciência, devido a uma embolia gasosa disseminada (bolhas de ar ‘entupiram’ as veias do artista, incluindo as relacionadas ao seu sistema nervoso central). “Infelizmente, a situação clínica é instável e de extrema gravidade”, afirmava a nota.

Paulo foi intubado em 22 de março. Na ocasião, a assessoria do ator informou que ele estava consciente de seu quadro de saúde e "necessitou entrar em ventilação mecânica invasiva, para ser tratado de forma mais segura".

Após um agravamento de seu estado de saúde, ele foi submetido a uma terapia por ECMO (Oxigenação por Membrana Extracorpórea).  Boletim médico divulgado na noite de sexta (2) informou que Paulo ''chegou a apresentar sinais de melhora, mas devido ao agravamento do quadro clínico, teve que passar por reajustes terapêuticos".

"Optamos pelo início da terapia coadjuvante com ECMO, com o objetivo de permitir uma melhor recuperação da função pulmonar. Após o agravamento ocorrido, a situação permanece estável nas últimas horas", explicou a equipe médica.

Ele deixa o marido e os dois filhos, Gael Romeu, de apenas 1 ano e 9 meses.

Último acesso: 18 Jun 2021 - 13:32:04 (1144709).