AnaMaria
Famosos / Luto

Filho de Genival Lacerda faz alerta após morte do pai: ''Covid-19 não é brincadeira''

O cantor faleceu na última quinta-feira (7), após complicações da doença

Da Redação Publicado em 08/01/2021, às 14h09 - Atualizado às 14h23

João Lacerda ao lado do pai, o cantor Genival Lacerda - Instagram/@cantorjoaolacerda
João Lacerda ao lado do pai, o cantor Genival Lacerda - Instagram/@cantorjoaolacerda

João Lacerda, filho de Genival Lacerda, foi às redes sociais para agradecer o apoio que recebeu após a morte do pai, vítima de complicações da Covid-19, e ainda alertou sobre os riscos da doença.

Em um longo texto, ele também demonstrou gratidão aos profissionais de saúde que cuidaram do cantor durante os dias de internação.

"Venho por meio desta agradecer a todo o povo brasileiro pelo carinho com o meu pai, o cantor Genival Lacerda, durante esses 38 dias de internação. Estendo o meu abraço a todos os funcionários e enfermeiros que tanto fizeram todos esses dias em que Genival esteve internado", iniciou ele na publicação.

"Aos amigos da imprensa, quero deixar o meu muito obrigado por todas as palavras bonitas e de solidariedade nesse momento tão difícil. Aos artistas que se solidarizaram e enviaram as suas mensagens emocionadas, que Deus abençoe a cada um de vocês nessa luta que é a vida, e principalmente a de quem vive da arte", continuou.

Para finalizar, ele deixou um alerta aos seguidores sobre a gravidade da Covid-19. "Que tenhamos o máximo de respeito aos profissionais da saúde e para eles ficam aqui os meus aplausos para que possamos ter a consciência, cada vez mais, e entender o quanto é importante o trabalho de cada um deles. Peço a todos que se cuidem, porque essa doença não é brincadeira", concluiu.

MORTE

Morreu o cantor Genival Lacerda, aos 89 anos, vítima de Covid-19, na manhã da última quinta-feira (7). Ele estava internado na UTI desde o dia 30 de novembro e, segundo sua assessoria, o estado era grave e ele respirava com ajuda de aparelhos.

O resultado positivo à Covid-19 veio em meio ao processo de recuperação de um AVC, sofrido em maio. O anúncio de sua morte foi dado por seu filho, Genival Lacerda Filho, que usou o stories do seu instagram para dar o aviso aos fãs. De maneira simples, escreveu: "Painho faleceu".

COVID-19

Seu quadro de saúde já estava complicado desde o dia 20 de novembro, quando um boletim médico foi divulgado afirmando que o cantor apresentava "pneumonia severa, ainda sem apresentar melhoras".

No dia 8 de dezembro, Lacerda conseguiu uma pequena melhora. Segundo sua assessoria de imprensa, ele teve a pressão arterial e as taxas normalizadas, além de não apresentar mais da febre. Com esse novo quadro, sua equipe informou que ele teve uma redução na sedação.

O último boletim médico, publicado no Instagram do cantor, em 29 de dezembro, dizia: "Paciente, Seu Vavá, segue grave, porém estável. Ainda em ventilação mecânica. Continua em tratamento na UTI"

VIDA

Nascido em 5 de abril de 1931, Genival Lacerda era natural de Campina Grande na Paraíba. Nos anos 50, se mudou para Pernambuco, onde vivia até hoje.

Genival começou sua carreira de cantor em 1956, quando lançou seu primeiro disco, que também estourou no Rio de Janeiro, onde morou por algum tempo trabalhando em casas de forró.

O maior sucesso da sua trajetória como músico veio em 1975: Severina Xique-Xique. Também teve algumas aparições em filmes como: Vamos Cantar Disco (1979), Made in Brazil (1985), Beijo 2348/72 (1990) e O Rei da Munganga (2009).

O pai de João Lacerda e Genival Lacerda Filho, se consolidou como um dos maiores sanfoneiros e cantores da música nacional. Teve mais de 50 discos lançados ao longo de 64 anos de carreira.