AnaMaria
Famosos / Eita!

Filhos de Gugu Liberato deixam de se seguir nas redes sociais, após briga por herança

Depois de polêmica envolvendo o destino do dinheiro do apresentador, o João Augusto e Marina não se seguem mais

Da Redação Publicado em 26/08/2021, às 18h11 - Atualizado às 18h12

João Augusto Liberato e Marina Liberato deixam de se seguir nas redes sociais - Instagram/@joaoaugustoliberato/@marinamliberato
João Augusto Liberato e Marina Liberato deixam de se seguir nas redes sociais - Instagram/@joaoaugustoliberato/@marinamliberato

A briga pela herança de Gugu Liberato está indo longe demais! Parece que agora a família até decidiu se afastar, após a polêmica envolvendo a quantidade desproporcional de mesada que as gêmeas, Sofia e Marina, recebem.

Nesta quinta-feira (26), o filho mais velho do falecido apresentador, JoãoAugusto, e Marina pararam de se seguir nas redes sociais. Isso aconteceu depois de que as meninas publicaram um vídeo criticando a tia, AparecidaLiberato.

Vale lembrar que em declarações publicadas pelo colunista Leo Dias, do jornal Metrópoles, as irmãs chegaram a acusar a tia de omitir informações judiciais importantes. O que afetou a distribuição da herança para a mãe das meninas, RoseMiriam.

Confira:Filhos de Gugu Liberato deixam de se seguir no Instagram

OUTRA BRIGA

Esta não é a primeira vez que os irmãos discordam sobre o assunto publicamente. Em julho, o rapaz, de 19 anos, chegou a afirmar que as duas estavam sendo manipuladas. 

“Fico triste e indignado em ver as mentiras e a nova manipulação que vêm sofrendo as minhas irmãs, duas adolescentes, que não percebem que as pessoas estão atendendo seus próprios interesses. Se tivessem mais idade e experiência perceberiam, sem dúvida”, disse na ocasião.

Marina e Sofia não deixaram barato e, por meio do seu advogado, se pronunciaram em entrevista ao jornal Extra. "Será uma questão de tempo — pouco tempo — para que ele [João Augusto] venha descobrir que não são as irmãs ou a mãe as manipuladas nessa história toda", começou.

"Cada um tem um tempo para crescer e amadurecer. A hora dele chegará, com certeza. E estamos na torcida e de braços abertos. Reafirmamos acreditar que, a cada dia, estamos mais próximos de vermos a justiça ser feita", terminou o advogado.