Henri Castelli agradece carinho dos fãs após revelar agressão: ''Muita luz para todos''

Ator fraturou o maxilar após ser violentado em uma festa de Réveillon

Da Redação Publicado quinta 14 janeiro, 2021

Ator fraturou o maxilar após ser violentado em uma festa de Réveillon
Henri Castelli já tranquilizou os fãs sobre o ocorrido - Instagram/@henricastelli

Henri Castelli dedicou um tempo da madrugada desta quinta-feira (14) para agradecer o carinho dos fãs e refletir sobre os acontecimentos dos últimos dias. 

"Muita luz pra todos!! Agradeço a todas as mensagens de carinho. No meu coração Deus colocou amor, tirou ódio e colocou perdão! 'Senhor, vem depressa escuta minha voz quando clamo a ti'", iniciou ele na legenda da publicação do Instagram.

"Defenda-me, Senhor, dos que me acusam; luta contra os que lutam comigo! Nos vimos sabemos de tudo! 'Não deixes que pensem: ah! Era isso que queríamos! Acabamos com ele'", escreveu ainda, com as hashtags "amor", "verdade" e "solidariedade".

Nos comentários, o galã recebeu ainda mais carinho dos seguidores. "Força querido! O bem sempre vence o mal! Boa recuperação! Teu coração é de ouro!", disse uma. "Maravilhoso!!! Deus é contigo! Boa recuperação", falou outra. "Vai dar Tudo certo . E vai sair mais forte disso", comentou uma terceira. 

TRANSTORNO
Henri Castelli pegou o público de surpresa ao revelar que foi agredido durante uma viagem para Alagoas, no último dia 30. No Instagram Stories, na noite da última segunda-feira (11), o ator contou o que aconteceu e o motivo de falar a verdade apenas agora. 

Visivelmente abalado e emocionado, o galã iniciou o relato negando ter se envolvido em brigas e esclareceu o ocorrido. "Foi muito triste o que aconteceu comigo. Vocês devem ter visto que eu dei entrada na Santa Casa de Alagoas no final do ano por ocasião de um acidente na academia. Mas a verdade é que não foi um acidente e não foi na academia. Eu fui agredido covardemente, sem que eu pudesse reagir ou me defender", começou.

"Eu estava com alguns amigos e, do nada, fui puxado pelas costas, pelo pescoço, jogado no chão e agredido. Vítima de socos e chutes no rosto, que levaram a uma fratura exposta na minha mandíbula. A impressão que eu tinha é de que minha boca estava pendurada naquele momento", relembrou. 

Castelli garantiu que todos os vídeos e fotos da agressão e dos transtornos que vieram em seguida serão unidos em um processo. Sem dar detalhes, Henri afirmou que já foi possível identificar as pessoas que o violentaram. 

"Alguns já foram chamados para prestar esclarecimentos. Era dia 30 de dezembro, e o laudo foi juntado apenas na segunda-feira seguinte ao Ano Novo", contou.

Último acesso: 16 Jan 2021 - 23:40:41 (1136612).