famosos   / Famosos

Mãe de Felipe Simas se emociona ao revelar decisão que mudou a vida do filho: ''Pedi para não desistir''

Ana Sang, mãe do galã, contou a história de como ele decidiu trocar o esporte pela arte

Da Redação Publicado sexta 20 agosto, 2021

Ana Sang, mãe do galã, contou a história de como ele decidiu trocar o esporte pela arte
Ana Sang é mãe de Bruno Gissoni, Felipe e Rodrigo Simas - Reprodução/Instagram

No primeiro episódio do programa 'Receitas de Família com Pais de Famosos - Segunda Temporada', a convidada Ana Sang, mãe de Bruno Gissoni, Rodrigo e Felipe Simas, conduziu um passo a passo da receita preferida de sua família e, durante o papo com o apresentador Luke, dividiu preferências culinárias e bastidores da jornada dos filhos em direção à fama.

Na gravação, que aconteceu diretamente na cozinha de Rodrigo Simas, Ana contou que Felipe e Bruno tinham desde a infância o sonho de se tornarem jogadores de futebol profissionais e que chorou muito quando Felipe decidiu abandonar o esporte. Na época, Ana estava produzindo a peça Capitães da Areia, adaptação do livro de Jorge Amado, e havia escalado os três filhos no elenco.

"No dia da estreia da peça o Felipe pediu para falar comigo e disse: 'hoje eu desisti do futebol'. Eu tive um acesso de choro e pedi pra ele não desistir do sonho dele até que ele me abraçou, muito carinhoso, olhou no meu olho e falou 'eu não estou desistindo do meu sonho, mãe, eu mudei de sonho'", conta ela, que se emociona ao relembrar a história.

Se havia alguma dúvida sobre a aposta nesse novo sonho, hoje com certeza ela não existe mais. Todos os filhos de Ana são atores bem sucedidos, galãs reconhecidos e amados pelo público. E o talento está no sangue! A vovó Ana diz que Madalena, filha de Bruno e Yanna Lavigne, é hilária e desinibida, e Joaquim, filho mais velho de Felipe com Mariana Uhlmann, já chegou a dirigir o próprio filme em casa, para a surpresa dos pais e avós.

Quando questionada sobre a origem da quesadilla na história da família, Ana explica que o prato caiu no gosto de todos durante o período de dez anos em que moravam na Califórnia, um lugar muito influenciado pela cultura mexicana.

Nessa mesma época, a matriarca costumava preparar um outro prato, muito simples, mas que servia demais para matar a saudade do Brasil: "Os meninos chegavam da escola três horas da tarde e eu fazia arroz, feijão e botava uma linguiça deliciosa dentro do feijão. Bem comida de mãe e eles amavam".

Com uma mãezona dessas na cozinha, mais alguém da família se arrisca no fogão? Segundo Ana, Bruno é o filho que mais gosta de comida e o melhor mestre cuca entre os três. "Eu brinco que quando ele ficar mais velho, vai ficar gordinho", ela ri.

Último acesso: 03 Dec 2021 - 00:33:39 (1149077).