AnaMaria
Famosos / Marília Mendonça

Piloto que morreu no acidente com Marília Mendonça é enterrado em Brasília

Marília Mendonça e outros quatro passageiros morreram em um trágico acidente de avião, na sexta (5)

Da Redação Publicado em 07/11/2021, às 16h43 - Atualizado às 16h44

Geraldo, piloto de Marília Mendonça, e Vitória Medeiros, sua filha - Reprodução/Instagram
Geraldo, piloto de Marília Mendonça, e Vitória Medeiros, sua filha - Reprodução/Instagram

O corpo de Geraldo Martins de Medeiros Júnior, 56, piloto que estava no avião com Marília Mendonça (1995 - 2021), foi velado e sepultado neste domingo (7), em Brasília. O homem nasceu no Piauí, mas morava na região Centro-Oeste do país com a família.

Além dele e Marília, também morreram o tio dela, o copiloto, Tarciso, e o produtor da cantora. A divulgação do enterro foi feita no Instagram de Vitória Medeiros, sua filha. Neste fim de semana, ela comentou que recebeu uma visita espiritual do pai, na qual ele disse que “estava bem”.

“Vi um arco-íris e ouvi ele falando: ‘Não desiste, você é o amor da minha vida. Eu não fui embora, estarei sempre presente. Você pode sempre se comunicar comigo’, entre outras coisas lindas, que eu fico em choque de ter acontecido”, relatou ela em uma longa homenagem feita nas redes sociais.

Geraldo trabalhou como piloto por 20 anos e estava aposentado. Para não ter que abrir mão de uma de suas maiores paixões, a aviação, dedicou-se ao táxi aéreo há cerca de dois anos.

VISITA ESPIRITUAL

De acordo com Vitória, Geraldo apareceu através de um arco-íris e transmitiu uma mensagem de carinho.

“Ontem após o falecimento, eu sabia das notícias, mas não o que tinha acontecido com os passageiros. Sabia que eu tinha que falar com Deus. Só fechei os olhos e ouvi ‘Oi, Vi. Estou bem’. Tinha mandado uma mensagem pra ele minutos antes perguntando se ele estava bem”, iniciou ela.

“Sabia que ninguém tinha respostas, e a única pessoa que poderia me dar essa resposta era Deus. Ele falou mais um monte de coisas e me abraçou, me fez uma visita espiritual que não consigo descrever. Não acreditava em vida após a morte até ontem”, completou ela, explicando que andou até o gramado de seu apartamento e se ajoelhou, de olhos fechados.

“Vi um arco-íris e ouvi ele falando: ‘Não desiste, você é o amor da minha vida. Eu não fui embora, estarei sempre presente. Você pode sempre se comunicar comigo’, entre outras coisas lindas, que eu fico em choque de ter acontecido”, relatou.

Em seguida, Vitória narrou as palavras do pai: “‘Vou fazer uma passagem, mas eu te amo (...). Siga seus sonhos’. Quando olhei para trás, o arco-íris não estava mais lá. Ele disse para mim que estava bem, sem sofrimento”, concluiu.

O ACIDENTE

Marília Mendonça morreu, aos 26 anos, após sofrer um acidente aéreo na tarde de sexta-feira (5). O avião em que a cantora estava caiu no município de Piedade de Caratinga (MG). A aeronave caiu em uma cachoeira e, até às 18h15 do mesmo dia, o resgate dos cinco corpos presentes no avião ainda acontecia.

Na aeronave estavam a sertaneja, um produtor, um assessor (que era tio da cantora), o piloto e o copiloto. A artista tinha um show marcado na região. Mais cedo, a sertaneja havia compartilhado eu suas redes sociais um vídeo bem-humorado, mostrando sua refeição durante a viagem. O último post foi feito à tarde, por meio da ferramenta Stories, no Instagram, na qual ela conversava com os fãs.

Inicialmente, a assessoria de Marília Mendonça confirmou para a imprensa que todos haviam sido resgatados com vida, mas acabou confirmando a notícia da morte no fim da tarde, após o resgate dos corpos. "Com imenso pesar, confirmamos a morte da cantora Marília Mendonça, seu produtor Henrique Ribeiro, seu tio e assessor Abicieli Silveira Dias Filho, do piloto e co-piloto do avião, os quais iremos preservar os nomes neste momento. O avião decolou de Goiânia com destino a Caratinga/MG, onde Marília teria uma apresentação esta noite. De momento, são estas as informações que temos".

O velório e enterro de Marília aconteceram no sábado (6), com muita comoção. O caixão ficou em um grande espaço de eventos em Goiânia (GO), e recebeu milhares de amigos, fãs e familiares. Por volta das 17h, o corpo foi cortejado até o cemitério mais próximo, e enterrado em uma cerimônia restrita, às 19h20.