AnaMaria

'BBB20': Polícia abre inquérito para investigar casos de assédio envolvendo Petrix

Polícia irá apurar casos de assédio envolvendo Petrix no 'BBB20'

Da Redação Publicado em 01/02/2020, às 08h31 - Atualizado às 09h00

O participante foi acusado de assédio pelos internautas - TV Globo
O participante foi acusado de assédio pelos internautas - TV Globo

A Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam) de Jacarepaguá, no Rio de Janeiro (RJ), abriu um inquérito, na última sexta-feira (31), para apurar os casos de assédio no ‘Big Brother Brasil 20’ envolvendo Petrix Barbosa.

Recentemente, algumas atitudes do participante geraram polêmica nas redes sociais, que o acusaram de assediar Bianca Andrade e Flayslane. 

"De acordo com a Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (DEAM) Jacarepaguá, diante dos fatos veiculados na mídia foi aberto procedimento para apurar os fatos", diz a nota enviada pela Polícia Civil ao jornal Extra.

O primeiro momento que deixou os espectadores incomodados foi quando o paulista tocou nos seios da influenciadora digital, que foi chamada ao confessionário e negou que tivesse se sentido assediada. 

Já com Flayslane, Petrix teria esfregado suas partes íntimas na cabeça da sister enquanto ela estava sentada no chão.

Na tarde da última quinta-feira (30), o brother foi chamado ao confessionário e desde então mudou sua postura, pedindo desculpa às envolvidas e ao Brasil. No entanto, os fãs do reality sentiram falta das imagens da conversa e acusaram o programa por falta de transparência.