Mais reprises: Globo terá novo horário de novelas à tarde

Globo estreia novo horário de novelas com reprise de 'O Cravo e a Rosa'

Da Redação Publicado quarta 24 novembro, 2021

Globo estreia novo horário de novelas com reprise de 'O Cravo e a Rosa'
'O Cravo e a Rosa' está de volta! - TV Globo

'O Cravo e a Rosa' será a primeira trama a ser exibida novamente na nova faixa de novelas que a TV Globo vai abrir no horário da tarde, a partir de 6 de dezembro. A novela de Walcyr Carrasco irá ao ar de segunda a sexta-feira, após o 'Jornal Hoje'. Na sequência, entra a ‘Sessão da Tarde’ e, logo depois, o tradicional ‘Vale a Pena Ver de Novo’.

Em comunicado oficial, a emissora explicou que a ideia é celebrar os 70 anos da televisão no Brasil. Esse primeiro horário de reprise irá reverenciar  tramas clássicas do horário das seis e sete, já as histórias que irão ao ar após os filmes serão sucessos da faixa das 21h.

RELEMBRE 'O CRAVO E A ROSA'
Exibida originalmente entre junho de 2000 e março de 2001, a história é inspirada no clássico 'A Megera Domada', de William Shakespeare, além de ter referências da novela 'O Machão', de Ivani Ribeiro. Ambientada na São Paulo dos anos 1920, narra o tumultuado romance entre o rude caipira Julião Petruchio (Eduardo Moscovis) e a geniosa Catarina Batista (Adriana Esteves), mulher rica e moderna, com ideais feministas.

Filha do banqueiro Nicanor Batista (Luís Melo), ela é conhecida como ‘‘fera’’ por botar todos os seus pretendentes para correr. Catarina esbarra na teimosia cínica de Petruchio que, inicialmente, decide conquistá-la para salvar sua fazenda de ser leiloada com o dote do casamento. Em meio às contradições, eles acabam se apaixonando, mas não dão o braço a torcer e vivem às turras, protagonizando cenas muito divertidas, com discussões e brigas vulcânicas. 
 
Além da história central, a novela conquistou o público com as tramas paralelas e diversos personagens caristmáticos, repletos de humanidade. O triângulo amoroso entre a irmã de Catarina, Bianca (Leandra Leal), o professor Edmundo (Ângelo Antônio) e o interesseiro Heitor (Rodrigo Faro), inspirado na peça Cyrano de Bergerac, escrita em 1897 pelo francês Edmond Rostand, também movimenta os capítulos. 

A relação do submisso Cornélio (Ney Latorraca) com a dissimulada e ambiciosa Dinorá (Maria Padilha) garantem momentos impagáveis. Ele morre de medo da esposa e, como um cordeirinho, faz tudo o que ela quer, inclusive cuidar da gata da sogra, Josefa (Eva Todor), mesmo tendo alergia a gatos.
 

Último acesso: 04 Dec 2021 - 20:27:41 (1152535).