AnaMaria

Aldair Playboy é processado por não pagar pensão alimentícia à filha

Ex-mulher de Aldair Playboy o processa por falta de pagamento de pensão à filha

Da Redação Publicado em 06/08/2019, às 15h13 - Atualizado em 18/08/2019, às 10h56

Aldair Playboy - Reprodução/Instagram
Aldair Playboy - Reprodução/Instagram

Emanuelle Coutinho, ex-mulher de Aldair Playboy, usou as redes sociais, nesta terça-feira (06), para criticar a falta de compromisso do cantor em relação a filha do casal e, conforme dito por ela, o artista será processado por não cumprir seu papel de pai.

“Depois dizem que mãe bota o filho contra os pais. Na verdade, são eles mesmo que fazem isso. Pensa que criança não entende das coisas. Entende sim e muito. Ligar uma vez na vida é fácil, fazer uma chamada de vídeo no aniversário é fácil. Criança não quer só isso, não. Criança quer amor, carinho e atenção”, iniciou em seu Stories do Instagram. 

Questionada pelos internautas, Emanuelle deixou claro que sente vergonha de ter que expor toda a situação para os internautas. “Sim gente, ele não ajuda em absolutamente nada. Dá até vergonha falar isso. Ele pode não sentir, mas eu sinto. Quem sempre sustentou e deu tudo pra minha filha fui eu, pois a única vez que minha filha teve algo vindo do pai, foi quando ela passou um tempo lá”. 

OUTRA VERSÃO
Diante da repercussão, a assessoria de imprensa de Aldair emitiu um comunicado. "Aldair Playboy confirma que há um processo em curso na Vara de Família a respeito da sua filha mais velha, devido aos acontecimentos dos últimos meses para voltar a ver sua filha, que tanto ama e que mora com o cantor há mais de quatro anos. Fato de fácil verificação através da matrícula escolar na instituição de ensino, assistência da menina as classes ministradas e redes sociais”, iniciou a nota.

“Eles têm guarda compartilhada, mas a criança morou com o pai em João Pessoa, Natal no Rio Grande do Norte e depois se mudou com o mesmo para Fortaleza no Ceará onde vivia até início de março. A mãe da menina pediu que Aldair levasse a filha até João Pessoa na Paraíba, para vê-la e quando ele foi buscá-la, ela não devolveu mais". 

"Sendo assim, o cantor não viu mais a filha e para resguardar o seu direito de pai e alimentante da menor, e que a menina sempre conviveu ao seu lado, entrou com as medidas legais cabíveis, para ver a retomada da situação de antes. 
Tudo está sendo resolvido conforme a lei vigente, de maneira que os interesses da menor sejam protegidos, por se tratar de um processo de família e que é mantido pelo segredo de justiça", completou a assessoria.