AnaMaria

Carol Dieckmann diz que não levava carreira a sério até ‘Laços de Família’: ''Entendi o que é ser atriz''

Novela volta ao Vale a Pena Ver de Novo no próximo dia 7

Da Redação Publicado em 01/09/2020, às 13h54 - Atualizado às 13h55

Na trama, Camila sofre com a leucemia - Roberto Steinberger
Na trama, Camila sofre com a leucemia - Roberto Steinberger

No ar na reprise de ‘Fina Estampa’, Carolina Dieckmann aparecerá também em ‘Laços de Família’, que voltará na Globo no Vale a Pena Ver de Novo, a partir do dia 7 de setembro. Em entrevista coletiva, a loira revelou que não entendia o que era de fato ser atriz até interpretar a jovem Camila na trama de Manoel Carlos.

Na época da exibição original, em 2000, Dieckmann tinha acabado de dar à luz Davi, seu filho com o ator Marcos Frota, e enfrentava problemas típicos da maternidade: “Estava cheia de dúvidas e questionamentos, tentando entender o que eu ia querer fazer dali em diante”.

“'Laços de Família' veio como um chamado para eu realmente me reconectar com a profissão de uma maneira muito forte. E para mim foi definitivo. Foi ali que eu entendi o que é ser uma atriz. Entendi o ofício, o tamanho da entrega, foi esse o trabalho que me apresentou à profissão como algo que eu estava escolhendo fazer”, conta. 

DESAFIOS

Para Carol, a construção da personagem foi algo difícil, já que a jovem morava em um bairro nobre e estava acostumada a ter privilégios, diferente da vida real da atriz. No início, a filha de Helena (Vera Fischer) era odiada, mas a evolução de Camila criou uma “redenção” da mimada, principalmente após a cena em que ela raspa os cabelos por conta do tratamento da leucemia.

“Foi quando a personagem entrou de uma maneira física em mim, ali eu encontrei fisicamente com a Camila. Eu sinto que ela estava mais forte do que nunca, e isso passou para cena, não fui só eu que senti. Acho que todo mundo que vê a cena identifica que tem ali um encontro físico da personagem com a atriz”, revela.

Ela ainda comenta a troca de experiências com Reynaldo Gianecchini, que estava em sua primeira novela, e a veterana Vera Fischer: “Ele estava muito entregue e comprometido com tudo, era muito estudioso, e a Vera aquela atriz exuberante, linda e generosa demais”, diz.