AnaMaria
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaSpotify AnaMaria

Caso João de Deus: Âncora da Band defende médium com argumento machista

O jornalista fortalece a ideia de que as vítimas mentem

Da Redação Publicado em 18/12/2018, às 17h37 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h46

O âncora do Jornal da Noite, Fábio Pannunzio. - TV Bandeirantes
O âncora do Jornal da Noite, Fábio Pannunzio. - TV Bandeirantes

Fábio Pannunzio, apresentador do Jornal da Noite, exibido na TV Bandeirantes, resolveu dar sua opinião no caso João de Deus - investigado por mais de 500 denúncias de abuso sexual - em programa exibido na última segunda-feira (17).

Após uma matéria sobre o assunto ir ao ar, Fábio fez um comentário questionando a veracidade das milhares de denúncias feitas contra João de Deus, que está preso há dois dias.

“Olha, eu não tenho dúvida nenhuma de que, entre esses relatos, tem muito trigo e tem também algum joio. Você acha crível mesmo que esse homem molestou 500 mulheres? Aos 76 anos de idade? É preciso mais que hormônios para se crer numa história dessas”, comentou.

CRÍTICAS

Leilane Neubarth, jornalista da Globo News, usou suas redes sociais para rebater o comentário desagradável feito por Pannunzio.

“É difícil até dizer o que eu sinto quando ouço um comentário como este… Não sei se fico enojada, revoltada ou com pena pela total falta de informação dele”, disse a jornalista.

Anteriormente, Leilane havia apoiado a campanha contra os assédios: “Já passa de 500 o número da denúncias de abuso sexual contra João de Deus! E ele insiste em dizer que essas 506 mulheres estão mentindo. Denúncias em 16 estados brasileiros, mais Alemanha, Bélgica, Suíça e Bolívia”, afirmou.

Artistas como Nanda Costa, Bruna Marquezine, Xuxa Meneghel, Bruna Linzmeyer, Camila Pitanga, Leandra Leal, Fernanda Lima, entre outras, também aderiram à campanha “Mexeu com uma, mexeu com todas”.


{# Taboola Newsroom #}