AnaMaria

Coluna da Estopinha: É verdade que a castração acalma?

Assim como nós, humanos, os cães também têm sua personalidade

Alexandre Rossi Publicado em 26/12/2017, às 10h00 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h45

Coluna da Estopinha: É verdade que a castração acalma? - iStock
Coluna da Estopinha: É verdade que a castração acalma? - iStock

Essa é uma pergunta muito comum entre os tutores de cães, especialmente quando eles têm em casa a companhia de um filhote que parece
ter energia suficiente para ficar 24 horas brincando, correndo, mordendo, roendo. Muitas vezes, desesperados com tanta atividade, os donos buscam uma solução que possa ser equivalente a “desligar o botão” do nível de energia de seu filhote. Assim como nós, humanos, os cães
também têm sua personalidade. Cães jovens e saudáveis, seja de qual raça e porte forem, têm energia suficiente para fazer tudo que  “filhotões” gostam de fazer: descobrir o mundo com a boca, roer, farejar, correr, explorar, pular. Muitos acreditam que, sem a influência dos hormônios sexuais, o cão se tornará automaticamente mais calmo. Mas, na maioria das vezes, o cão (especialmente os machos) diminui alguns comportamentos naturais, como buscar fêmeas no cio, se interessar por fêmeas em geral, enfrentar e brigar com outros machos. Comportamentos relacionados a um nível elevado de energia, como brincar bastante e roer, não têm relação com a castração do cão. A melhor medida a ser tomada para cães com alto nível de energia é permitir que eles deem vazão a este comportamento com atividades que sejam condizentes com suas características comportamentais. Assim, para um cão que late em excesso, destrói objetos da casa e busca chamar a atenção o tempo todo para brincar, as alternativas são: aumentar a frequência e intensidade dos passeios, levá-lo a creches alguns dias por semana, permitir que brinque e socialize com outros cães, dar oportunidade para que fareje, destrua e roa brinquedos apropriados para ele, de acordo com seu porte e tamanho. Colocando todas essas dicas em prática, mesmo o mais maluco dos cães tende a chegar ao final do dia cansado e feliz, garantindo interações mais tranquilas em casa e com a família!

CURIOSIDADE

Lixa na língua
Quem já foi lambido por cão pode se assustar ao sentir a textura da língua do gato, que é áspera como uma lixa. Uma das funções dessa
aspereza é facilitar a limpeza da pelagem e a remoção dos pelos mais velhos e soltos.

PERGUNTE PARA A ESTOPINHA

"Estopinha Macarrão Rossi! Como que o papis te deu esse nome, lindinha?"
Piter Souza, São Sebastião/SP

Tiooo, quando o papis me achou lá no abrigo, e me levou pra casa, ele tava fazendo carinhos nos meus pelinhos e percebeu que eram bem durinhos e espetados sabe?? E aí ele pensou “nossa, parece uma estopa!” kkkkkkkk aí, pra ficar carinhoso, ficou Estopinha <3 Eu amooooo, acho súper minha cara mesmo.