AnaMaria
Últimas Notícias / Polêmica

Deficiente visual processa Beyoncé por causa de site sem acessibilidade

Mulher alega que a cantora viola lei americana

Da Redação Publicado em 05/01/2019, às 10h42 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h46

Beyoncé é acusada de violar lei americana de acessibilidade - Reprodução/Instagram
Beyoncé é acusada de violar lei americana de acessibilidade - Reprodução/Instagram

Beyoncé está sendo processada por uma deficiente visual identificada como Mary Conner, que a acusa de violar lei americana de acessibilidade. 

De acordo com o site The Hollywood Reporter, Mary entrou com uma ação contra a Parkwood Entertainment, empresa da cantora, pedindo que a produtora torne o site acessível para pessoas com deficiência visual, além de uma indenização àqueles quem tenham "sido alvo de discriminação ilegal". Os valores não foram especificados.

O SITE

Segundo a queixa, o endereço do site não é totalmente acessíveis para as pessoas que têm deficiência visual, o que as impede de usufruir dos produtos e serviços oferecidos pela cantora na plataforma online.

"A única forma de entretenimento que realmente apresenta um campo para os deficientes visuais é a alegria da música", escreveu o advogado de Mary, Dan Shaked, na denúnca. "Ela sonha assistir a um show de Beyoncé e escutar sua música. No entanto, quando visitou o site, encontrou inúmeras barreiras que limitavam sua acessibilidade", afirmou. 

Mary disse que o site tem páginas que possuem apenas "uma exclusiva interface visual", dificultando a navegação e compras online sem a ajuda de um acompanhante com visão. Ela ressaltou que também falta  menus acessíveis, links de navegação e a utilização de teclado em vez do mouse.

De acordo com o The Hollywood Reporter, os representantes do Parkwood e a própria Beyoncé ainda não se pronunciaram sobre a queixa.