AnaMaria

Famosos saem em defesa de Fábio Assunção: ''Piada tem limite''

Ator, que enfrenta dependência química, virou tema no Carnaval

Da Redação Publicado em 26/02/2019, às 10h22 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h46

Amigos de Fábio Assunção prestam apoio ao ator, que sofre com dependência química - Reprodução/Instagram
Amigos de Fábio Assunção prestam apoio ao ator, que sofre com dependência química - Reprodução/Instagram

Diversos artistas prestaram apoio a Fábio Assunção na última segunda-feira, em prol de sua dependência química, que virou tema de carnaval. 

A doença do ator virou música e seu rosto estampou máscaras para os foliões. 

Amigos de Fábio compartilharam uma foto do ator com uma mensagem. "Além de figura pública, apresento a vocês um ser humano portador de uma doença chamada dependência química. Alguém faz piada com atores que têm câncer?"

"Chega de rirmos da dor alheia e de fazermos piada disso! Todo meu amor e torcida ao meu amigo querido", escreveu Marcelo Serrado na legenda. 

Carolina Dieckmann também prestou seu apoio. "Piada tem limite sim, já o amor e a empatia são infinitos. Bora tomar cuidado para que a nossa alegria de carnaval não seja motivo de tristeza para alguém. Temos muito para aprender."

Agatha Moreira se mostrou surpresa ao encontrar uma máscara com o rosto de Fábio em uma loja. "Me deparei com essa fantasia de carnaval! Fantasia de carnaval??? Deu, né?! Chega! Basta!"

Paulo Vilhena, Klebber Toledo e Mariana Rios também saíram em defesa do ator. 

TRATAMENTO

Recentemente, Fábio fez um acordo com o autor do funk que levava seu nome para doar o dinheiro arrecadado com os direitos autorais da música ao tratamento de dependentes químicos. 

"Jamais me passou pela cabeça censurar a criatividade das pessoas, quando vi a tal zoeira tomar proporções gigantescas como a música. Mas entre não censurar e deixar de conscientizar, existe um abismo que não me conforta. 15% das pessoas do mundo tem problemas de adicção. É muita gente sofrendo por não conseguir controlar suas compulsões e eu acho importante lembrar a todos que isso não tá escrito na certidão de nascimento. Todo mundo começa do mesmo jeito. Achando que tudo bem. E pode não terminar tudo bem", disse o ator.