AnaMaria

Gabriela Prioli ganha novo quadro na CNN após ameaça de demissão

A jornalista estará nos jornais de Monalisa Perrone e William Waack

Da Redação Publicado em 03/04/2020, às 13h38 - Atualizado às 13h40

Prioli ameaçou se demitir da CNN após uma discussão com Reinaldo Gottino - Instagram/ @gabrielaprioli
Prioli ameaçou se demitir da CNN após uma discussão com Reinaldo Gottino - Instagram/ @gabrielaprioli

Depois de ameaçar se demitir da CNN, Gabriela Prioli acaba de ganhar uma nova função. Segundo o canal de notícias, ela fará análises políticas nos telejornais de horário nobre da emissora. O anúncio foi feito oficialmente nesta sexta-feira (3).

O modo de condução é bem semelhante a formatos internacionais da CNN. Prioli fará participações no ‘Expresso CNN’, comandado por Monalisa Perrone e Carol Nogueira, e no ‘Jornal da CNN’, apresentado por William Waack.

Sua função será elaborar análises contemporâneas sobre política, atualidades e outros assuntos relevantes do dia. Antes, ela estava na bancada do ‘Grande Debate’, com Reinaldo Gottino e Caio Coppola, responsáveis por desentendimentos com a jornalista.

"Meu compromisso na comunicação sempre foi e sempre será o de promover uma discussão de qualidade. Fico feliz por, agora no horário nobre e em um formato pensado com muito carinho, poder ocupar um espaço que vai além do debate e prestigia a profundidade das discussões e o conhecimento científico", disse Gabriela em nota oficial.

Douglas Tavolaro, diretor da CNN Brasil, explicou o motivo da emissora não querer perder a profissional: "Prioli é um talento revelado pela CNN Brasil e temos muito orgulho disso. Foi durante nossos debates que ela construiu um trabalho formidável e marcou o público".

"Sempre digo que a crítica deve ser encarada como oportunidade de a gente evoluir, se aperfeiçoar, melhorar, se aprimorar. Já conversei com o Gottino, tá tudo bem. Então vamos voltar os nossos olhos pro futuro, que a gente tem um projeto novo pra estruturar. E eu conto com vocês, tô muito feliz, tô ansiosa. Acho que vai ser um processo muito legal", disse ela nas redes sociais.