AnaMaria

'Minha Mãe É Uma Peça 3' se torna a maior bilheteria do cinema nacional 

Filme 'Minha Mãe É Uma Peça 3' fatura R$ 137,9 milhões

Da Redação Publicado em 22/01/2020, às 11h56 - Atualizado às 11h56

Paulo Gustavo é protagonista e roteirista do filme - Instagram/@paulogustavo31
Paulo Gustavo é protagonista e roteirista do filme - Instagram/@paulogustavo31

'Minha Mãe É Uma Peça 3' é um verdadeiro sucesso! Isso porque o filme arrecadou a maior bilheteria do cinema nacional desde que estreou, em 23 de dezembro do ano passado. 

A comédia superou o longa 'Nada a Perder', primeira parte da biografia de bispo Edir Macedo, que arrecadou R$ 120 milhões durante seu período em cartaz, e bateu a marca histórica de R$ 137,9 milhões.

"A mãe mais amada do Brasil tá tendo um troço aqui! Não poderia ser diferente, né? Obrigado, Brasil", escreveu a produtora Downtown Filmes nas redes sociais.

CONFIRA

Na trama, Dona Hermínia (Paulo Gustavo) precisa se redescobrir e se reinventar porque seus filhos estão formando novas famílias. Marcelina (Mariana Xavier) está grávida e Juliano (Rodrigo Paldolfo) vai casar. Dona Hermínia está mais ansiosa do que nunca. Para completar as confusões, Carlos Alberto (Herson Capri), seu ex-marido, que esteve sempre por perto, agora resolve se mudar para o apartamento ao lado.

Lançado em 2013, o primeiro filme de 'Minha Mãe é uma Peça' se tornou o mais assistido daquele ano, com mais de 4,6 milhões de espectadores. A primeira sequência estreou em 2016 e também bateu recorde, tornando-se o quarto filme mais assistido da história do país.

A direção é de Susana Garcia, que já trabalhou com Paulo Gustavo no recente 'Minha Vida Em Marte' (2018).