AnaMaria

Paula Fernandes lamenta saudades dos palcos: ''Logo estaremos juntinhos''

Os fãs da cantora se mostraram ansiosos para um novo show: ''Saudade está gigante''

Da Redação Publicado em 14/09/2020, às 19h45 - Atualizado às 19h46

Paula Fernandes desabafou sobre as saudades do palco - Instagram/ @paulafernandes
Paula Fernandes desabafou sobre as saudades do palco - Instagram/ @paulafernandes

Paula Fernandes usou as redes sociais, na tarde desta segunda-feira (14), para desabafar sobre as saudades que está sentindo dos palcos. 

Apesar de ter feito algumas lives, a cantora não nega que a energia da proximidade com o público faz falta. 

No Instagram, ela compartilhou um clique em que aparece tocando violão durante uma apresentação, e aproveitou o momento para deixar um recado carinhoso para os fãs. 

"A saudade dos palcos que parece não ter fim e que vamos moldando da maneira que dá, mas sempre com a esperança que logo estaremos juntinhos, meus amores! Por enquanto estou aqui focada em sempre levar o melhor para vocês", escreveu ela na legenda da publicação.

Os seguidores da sertaneja mostraram que a saudade é recíproca e deixaram inúmeras mensagens no espaço dedicado aos comentários. 

"A saudade está gigante", falou uma fã. "O melhor show que fui na minha vida foi um seu, em 2012. Muito obrigado por nos presentear com seu talento", afirmou outro internauta. "Tudo isso vai passar e voltaremos mais fortes", completou um terceiro. 

INFÂNCIA

Recentemente, Paula Fernandes relembrou alguns momentos de sua infância. Nas redes sociais, a cantora falou sobre as dificuldades que enfrentou, mas pontuou que o passado virou um aprendizado. 

Para ilustrar a postagem, a artista escolheu uma foto de quando era criança. "Essa é a Paulinha. A roupa, minha mãe  que fez. As botas, nos viramos pra mandar fazer, mas eram enormes. O chapéu era do Vô Nelson. E o violão foi o meu primeiro... aquele velhinho tirado do entulho no quintal... bem maior que eu também", iniciou ela na legenda da postagem. 

Paula pontuou as dificuldades da época, e ainda aproveitou para demonstrar o orgulho que sente de sua mãe, Dulce de Souza. 

"Tempo de vida difícil, pobreza e necessidades. Fome jamais! Porque minha mãe sempre foi uma guerreira e não nos deixou faltar. Sonhos? Muitos! Eu não sabia aonde a minha escolha de ser artista me levaria, mas sei que a luta, a infância perdida, adolescência mal vivida, a minha dedicação, disciplina, foco, comprometimento e determinação, unidos às pessoas que me apoiaram pelo caminho, me deram tudo que tenho", continuou.

Para finalizar, a cantora falou que, para ela, o passado serviu como uma lição de vida. "Gratidão por todos os momentos vividos... difíceis, mas cheios de aprendizado. Me fizeram ser a pessoa e a artista que sou hoje. Não sei aonde a vida vai me levar. Eu só sei que daqui há uns anos, terei o mesmo orgulho que sinto hoje por nunca ter desistido de todos os meus novos sonhos."