AnaMaria

Walcyr Carrasco começou a criar galinhas na quarentena: ''Comecei com sete''

O escritor possui agora um galinheiro cheio

Da redação Publicado em 04/09/2020, às 13h12 - Atualizado às 13h14

Walcyr Carrasco cria galinhas na quarentena - Divulgação
Walcyr Carrasco cria galinhas na quarentena - Divulgação

Passando a quarentena em sua casa na Granja Viana, em Cotia (SP), o autor de novelas Walcyr Carrasco contou a Ana Maria Braga, nesta sexta-feira (4), que começou a criar galinhas neste período.

Na ocasião, ele afirmou que iniciou o processo com sete galinhas, mas que evoluiu para um "galinheiro imenso".

"Logo que começou essa história de ficar em casa, eu comecei a criar galinha. E aí vieram as galinhas, sete. Eu senti um nervosismo nas galinhas e chamei um veterinário, que disse que era stress sexual. Tive que sair correndo comprar mais galinhas para fazer o número certo entre elas e agora tenho um galinheiro imenso", disse ele.

Após passar a quarentena com as aves, o autor admitiu não ter coragem de transformá-las em comida.

"A gente não tem coragem de comer as galinhas, pelo menos eu não tenho, elas se transformaram em pets. Então agora eu tenho ovos, não estou comendo galinhas e cada vez está aumentando o número de galinhas. Não sei o que vai acontecer. Essas são as minhas aventuras como 'agro old boy'", completou.