AnaMaria
BBB / Esperto!

‘BBB22’: Arthur Aguiar lê jogo e decide contragolpe: “Não volta”

Receoso de ir ao paredão, Arthur lê jogo e faz análise correta do que pode acontecer

Da Redação Publicado em 13/02/2022, às 11h04

Arthur Aguiar faz leitura correta do jogo - Reprodução/Globo
Arthur Aguiar faz leitura correta do jogo - Reprodução/Globo

Arthur Aguiar está preocupado com o paredão que será formado neste domingo (13) e já decidiu quem chamará para enfrentar a berlinda com ele, caso seja indicado pela líder, Jade Picon.

O ator cogitou as possibilidades de um contragolpe, pensando em algum brother que não tenha uma grande torcida. “Tem uma pessoa, com certeza, que eu puxaria. Porque, se ela bater, não volta, a não ser com a Nat", explicou em conversa com Eslovênia.

“A Brunna? Bárbara? Laís? Eu pensei nas três, mas pensei primeiro em Brunna", sugeriu a sister. Em seguida Arthur negou a ideia de puxar a esposa de Ludmilla, por saber a força da torcida da dançarina. “Eu não sou burro. Não vou comprar essa briga. Porque comprar uma briga com a Brunna não é só comprar uma briga com a Brunna. Não vou fazer isso. É jogar contra mim mesmo achando que ela me puxaria se fosse ela", explicou.

“Agora, acho que a Laís se bater com alguém que não seja a Nat, não volta. Dentro do jogo, quem é a Laís? Amiga da Bárbara. Jessi não tem uma rede de relacionamento como a Laís, mas ela tem uma dinâmica na casa. De fora eu preferia assistir a Jessi do que a Laís”, acrescentou o ator, fazendo uma leitura do jogo externo.

PRIORIDADES

O paredão acontece neste domingo (13) e não se tem outro assunto na casa mais vigiada do Brasil. Receoso de enfrentar seu segundo paredão e sem aliados, Arthur Aguiar confirmou suas suspeitas com Pedro Scooby no último sábado (12), em que conversaram sobre voto.

O ator quis saber se todos votariam em Laís. Scooby por sua vez, acredita que nem todos os brothers votariam na dermatologista e revelou para Arthur: “A gente pensou em dar imunidade para você…”. O marido de Maíra, no entanto, quis saber mais. “Mas não é sobre isso. A pergunta é simples, se fosse pra votar o DG ou a P.A (Paulo André), você não votaria em qualquer pessoa?”, questionou ele.

“Óbvio”, respondeu Pedro. “Então? E pra me salvar não votaria?”, rebateu Arthur. Foi nesse momento em que o surfista respondeu que votaria. “Se você for no paredão entre eles três, eu vou defender eles três, mas se for com outras pessoas eu vou te defender”, esclareceu.

“Eu sou a última opção. Eu votaria em qualquer pessoa para salvar P.A, Tiago, você”, disparou Arthur. “É a quarta opção. Entre eu e Tiago, a gente tá no mesmo lugar?. Mas eu estou falando entre a gente. Você está falando entre a gente”, respondeu Scooby. Por fim, Arthur disse que não estava falando disso e encerrou o asunto.

SEM VÍDEO DOS FILHOS

Anjos da semana, Pedro Scooby e Paulo André serão contemplados pelo "presente do anjo", que prevê alguns vídeos de familiares e amigos do participantes durante um almoço.

No entanto, Boninho, diretor do programa, anunciou durante a noite deste sábado (12), que a mãe dos filhos de Scooby, Luana Piovani, não autorizou a utilização da imagem das crianças em rede nacional.

O profissional vez uma publicação em suas redes sociais parabenizando os rapazes, quando um fã do reality comentou.

"Sonhando em ver a Luana Piovanicom as crianças no almoço do anjo", disse.

Boninho, então, revelou.

"Ela não autorizou. Pedro Scooby não vai ver os filhos", afirmou.

BRIGA

Durante uma conversa com Paulo André, Pedro deixou bem claro que repreende a atitude de alguns participantes durante os jogos da discórdia, e falou sobre as diversas críticas e alfinetadas distribuídas.

O atleta comentou que o jeito 'good vibes' de Pedro pode estar incomodando algumas pessoas, que acham que ele não está tão interessado no jogo. “Esse lance de você se expor assim: 'Ah, está tudo certo', tem muita gente que votou em você por conta disso”, pontuou P.A..

Scooby, por sua vez, garantiu que está muito ligado e está apenas analisando as oportunidades. “Mas não tem nada com ‘se comprometer’. Se alguém pisar no meu calo aqui e se eu tiver que xingar, eu vou xingar. Se eu não quisesse me comprometer, alguém fosse pisar no meu calo aqui e eu ia falar: 'Está tudo bem, tudo certo'. Não sou esse tipo de cara, não sou otário”, respondeu.

Por fim, Scooby afirmou que não quer seguir o jogo dos outros e que está focado em seguir o que acredita: "Eu não quero ficar fazendo o [mesmo] que o Rodrigo, eu não quero. Por exemplo, o que você falou: 'A gente tem que se proteger'. Mano, eu não quero fazer isso, pelo contrário. Eu não quero fazer o tipo de jogo que as pessoas fazem, eu quero seguir a minha consciência, o meu coração”, continuou.

“Eu não sou otário, não sou trouxa. Ao contrário, sou um cara que tenho minha conduta. Sou até assim porque eu não quero ter problemas para a minha vida. Eu não deixei minha mulher e meus três filhos em casa para ser trouxa aqui. As pessoas confundem o bom coração, um cara que tem uma paz de espírito, com ser otário. É só pagar para ver”, encerrou.

Anjos da semana, Pedro Scooby e Paulo André serão contemplados pelo "presente do anjo", que prevê alguns vídeos de familiares e amigos do participantes durante um almoço.

No entanto, Boninho, diretor do programa, anunciou durante a noite deste sábado (12), que a mãe dos filhos de Scooby, Luana Piovani, não autorizou a utilização da imagem das crianças em rede nacional.

O profissional vez uma publicação em suas redes sociais parabenizando os rapazes, quando um fã do reality comentou.

"Sonhando em ver a Luana Piovanicom as crianças no almoço do anjo", disse.

Boninho, então, revelou.

"Ela não autorizou. Pedro Scooby não vai ver os filhos", afirmou.

BRIGA

Durante uma conversa com Paulo André, Pedro deixou bem claro que repreende a atitude de alguns participantes durante os jogos da discórdia, e falou sobre as diversas críticas e alfinetadas distribuídas.

O atleta comentou que o jeito 'good vibes' de Pedro pode estar incomodando algumas pessoas, que acham que ele não está tão interessado no jogo. “Esse lance de você se expor assim: 'Ah, está tudo certo', tem muita gente que votou em você por conta disso”, pontuou P.A..

Scooby, por sua vez, garantiu que está muito ligado e está apenas analisando as oportunidades. “Mas não tem nada com ‘se comprometer’. Se alguém pisar no meu calo aqui e se eu tiver que xingar, eu vou xingar. Se eu não quisesse me comprometer, alguém fosse pisar no meu calo aqui e eu ia falar: 'Está tudo bem, tudo certo'. Não sou esse tipo de cara, não sou otário”, respondeu.

Por fim, Scooby afirmou que não quer seguir o jogo dos outros e que está focado em seguir o que acredita: "Eu não quero ficar fazendo o [mesmo] que o Rodrigo, eu não quero. Por exemplo, o que você falou: 'A gente tem que se proteger'. Mano, eu não quero fazer isso, pelo contrário. Eu não quero fazer o tipo de jogo que as pessoas fazem, eu quero seguir a minha consciência, o meu coração”, continuou.

“Eu não sou otário, não sou trouxa. Ao contrário, sou um cara que tenho minha conduta. Sou até assim porque eu não quero ter problemas para a minha vida. Eu não deixei minha mulher e meus três filhos em casa para ser trouxa aqui. As pessoas confundem o bom coração, um cara que tem uma paz de espírito, com ser otário. É só pagar para ver”, encerrou.