Mãe de Luciano Hang, dono da Havan, morre após complicações da Covid-19

Regina Modesti Hang faleceu aos 82 anos, na última quarta-feira (3)

Da Redação Publicado sexta 5 fevereiro, 2021

Regina Modesti Hang faleceu aos 82 anos, na última quarta-feira (3)
Regina Modesti Hang ao lado do filho, Luciano Hang - Instagram/@luciano.hang

Regina Modesti Hang, mãe de Luciano Hang, o dono da Havan, faleceu aos 82 anos, na última quarta-feira (3), vítima de complicações da Covid-19. 

A idosa estava internada desde o fim de dezembro em um hospital localizado em São Paulo (SP). Ela apresentava 95% dos pulmões afetados e chegou a ser entubada. No entanto, seu quadro agravou e ela foi submetida a uma traqueostomia, mas teve uma infecção generalizada. 

Na quinta-feira (4), Luciano foi às redes sociais noticiar o falecimento da matriarca e aproveitou para homenageá-la. "É com muita tristeza que comunico o falecimento de minha amada mãe. Quero agradecer a todos os médicos e profissionais que lutaram durante estes últimos dias por sua vida. Dizer aos meus amigos e fãs que as orações, a energia e o carinho recebidos durante este período me deram o conforto necessário para passar por este difícil período", iniciou o empresário. 

"A dor de perder uma mãe é inexplicável, é um buraco enorme que se abre no peito, mas logo será preenchido por saudades e boas lembranças dos momentos únicos que compartilhamos juntos. Minha mãe, como todas as mães, são anjos da guarda que Deus escolhe para enviar a Terra e cuidar de nós. Hoje, ela volta para os braços de seu Criador para descansar em paz. Um filme passa pela minha cabeça nesse momento. Guardo com carinho a lembrança de infância dela acordando cedo e pegando sua bicicleta para ir trabalhar na Fábrica Renaux", continuou.

MEMÓRIA

Luciano relembrou mais momentos inesquecíveis que viveu ao lado da matriarca e ressaltou todas suas qualidades.

"Depois, chegava em casa e cuidava com amor de mim e meu irmão mais velho. Sempre gostou de reunir a família, principalmente em volta da mesa. Uma cozinheira de mão cheia. Como fará falta nossos almoços de terça e cafés da manhã no domingo com banana frita (coisas de mãe). Ela sempre será a cliente número 1 da Havan, me acompanhava pelo Brasil para abrir lojas. Eu costumava dizer que quando ela fazia a primeira compra a loja era um sucesso. Quanta saudade, mãe. Sei que um dia estaremos juntos novamente. Eu te amo demais, mãe. Com amor, de seus filhos, noras, netos e bisnetos, que JAMAIS te esquecerão", completou.

Por fim, Luciano concluiu dizendo que o velório será intimista: "Neste momento, a celebração de despedida será familiar. Desde já, agradeço demais o carinho e mensagens de apoio".

O empresário também chegou a ser infectado junto com sua esposa e ficou internado por 10 dias no mesmo hospital em que a mãe esteve.

Reprodução/Instagram: @luciano.hang

Último acesso: 02 Mar 2021 - 20:58:16 (1139068).