AnaMaria
Descomplica / Limpeza

Como eliminar manchas de chocolate sem estragar os tecidos?

Sobretudo as crianças, que podem acabar manchando suas roupas sem querer

Da Redação Publicado em 13/04/2019, às 16h00 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h46

Lavar roupas pode ser simples - iStock
Lavar roupas pode ser simples - iStock

Uma das épocas mais gostosas do ano está chegando: a Páscoa. O problema é que, depois de comer muito chocolate, uma consequência inevitável são as manchas nas roupas, pois o doce derrete facilmente. 

"Manchas de chocolate não são muito fáceis de sair das roupas, mas existem alguns truques e produtos que podem ajudar a removê-las de maneira rápida, segura e sem estragar o tecido", explica Cristiane Ayres, gerente de P&D da Casa KM, empresa especializada em produtos para o cuidado com a casa e com as roupas. 

Confira a seguir algumas dicas fáceis e rápidas:

O primeiro passo é esperar o chocolate secar naturalmente
Depois da mancha seca, retire o excesso. Tenha cuidado para não "esfregar" muito a peça e estragar o tecido. Também aplique um pouco de tira-manchas líquido sobre o resto de chocolate, espere agir e esfregue. 

Outra dúvida muito frequente é como utilizar da melhor maneira o produto. "Ambos os formatos (líquidos ou em pó) possuem tecnologias para ação e remoção das manchas com resultados finais similares. O formato líquido é recomendado para uma pré-lavagem, sendo aplicado diretamente sobre as manchas e com tempo de ação de cinco minutos para remoção", explica.

Na sequência, as roupas devem passar pelo processo de lavagem tradicional. Já o formato em pó pode ser diluído em balde com água quente a 40 °C, mantendo-se as roupas em molho por no máximo uma hora antes de seguir com o processo de lavagem tradicional. Também pode ser misturados ao detergente para roupas no dispenser das máquina para proceder com o processo de lavagem tradicional.

"Mas antes de usar qualquer produto é sempre necessário ler o rótulo e também seguir as recomendações de lavagem presentes nas etiquetas das roupas", recomenda Ayres.