AnaMaria
Família/Filhos / Paternidade

Como preparar o pai para a chegada de um filho? Veja dicas

Novidade não muda apenas a vida da mulher, pois os homens também são profundamente transformados pela experiência

Da Redação Publicado em 14/11/2020, às 14h30

É preciso muito tempo e paciência para criar laços e se adaptar à nova fase - skalekar1992/Pixabay
É preciso muito tempo e paciência para criar laços e se adaptar à nova fase - skalekar1992/Pixabay

Assim como a maternidade, a paternidade não é uma ciência exata. Cada criança é diferente e, dessa forma, os pais também são diferentes uns dos outros – e evoluem com seus próprios aprendizados. 

Algumas coisas, porém, seguem um padrão, como a mudança brusca de rotina após a chegada da criança, o aumento dos gastos e o cansaço diário. 

“Quanto mais preparados estivermos, maior a probabilidade de nos tornarmos bons pais”, diz Gary Chapman, especialista em aconselhamento familiar e autor do livro Ah, se eu soubesse! Coisas que aprendi só depois de ter filhos (Ed. Mundo Cristão). 

Quer saber como se preparar? O autor compartilha seus aprendizados. Confira!

TER FILHOS ALTERA A ROTINA 
É preciso muito tempo e paciência para criar laços e se adaptar à nova fase – tanto para os pais quanto para os filhos. Nisso, muitos pais caem em negação e sofrem com o sentimento de culpa. 

“A capacidade de reconhecer as próprias limitações e ajustar a agenda para incluir as coisas que são mais importantes ajudará você a não se sentir derrotado ou decepcionado consigo mesmo”, recomenda. Organize-se, seja criativo, envolva outras pessoas em suas descobertas e simplifique a rotina. 

FILHO EXIGE PLANEJAMENTO 
Fraldas, remédios, creche... Ter filhos custa caro e exige planejamento. Assuma o compromisso de viver conforme sua renda – ou até um pouco abaixo do padrão de vida que você poderia ter. Assim, dá para poupar para emergências. 

“Os valores envolvidos na criação dos filhos vão além da questão financeira. Também envolvem gasto de tempo e energia. Mas, certamente, o que os filhos acrescentam à vida ultrapassam em grande medida seus gastos financeiros”, diz Gary. 

De qualquer forma, é preciso ter autodisciplina e organização. A criatividade também pode ajudar – reutilizar roupas dos sobrinhos ou dos filhos mais velhos, por exemplo, evita que você tenha que renovar o guarda-roupa a cada fase de crescimento.

CRIANÇAS PRECISAM DE LIMITES
Educar uma criança não é nada fácil. Ensinar limites fará com que ela cresça saudável e capaz de cuidar de si mesma. Toda casa precisa ter regras – e elas devem ser bem explicadas aos filhos. Isso ajudará os pequenos a desenvolver disciplina e limites, fundamentais para a vida adulta e a convivência com outras pessoas. 

“Os pais têm a responsabilidade de garantir que as crianças entendam todas as regras e que, à medida que amadurecem, compreendam a razão da existência delas”, conta Gary.

NENHUMA CRIANÇA É IGUAL À OUTRA
É comum que haja comparação entre crianças próximas, sejam elas irmãs, primas ou amigas. “A armadilha da comparação pode trazer um desnecessário estresse emocional”, avisa. Muitos conselhos são conflitantes e os pais precisam aprender a filtrar informações. Não se preocupe: você encontrará a sua maneira de criar seu filho. Basta aceitá-la dentro de si!

A SAÚDE EMOCIONAL É TÃO IMPORTANTE QUANTO A FÍSICA 
Preocupar-se com a saúde física dos filhos é natural. Porém, nem todos os pais se preocupam com a saúde mental. Ensine aos pequenos sobre confiança, autonomia e liberdade, e a valorizar o esforço, não apenas os resultados. Para tanto, pode ser necessário que os pais contem com apoio psicológico

OS FILHOS SÃO INFLUENCIADOS PELO EXEMPLO DOS PAIS 
Certamente, você já ouviu que os filhos são como esponjas, absorvem tudo que os pais fazem e falam. A lógica é simples: quanto mais o comportamento dos pais se aproximar daquilo que dizem, mais respeito seus filhos terão por eles. Muitas vezes, será necessário que os pais mudem, estudem e evoluam.  

PEDIR PERDÃO É PRECISO! 
Humildade é um ato de coragem. Por mais que estejamos atentos, nos relacionamentos familiares, é muito comum magoar as pessoas que amamos. Ao pedir desculpa a seus filhos, os pais não se enfraquecem, mas ganham o respeito deles. “Pedir perdão também ensina a criança a lidar com seus próprios erros”, observa o especialista.

O CASAMENTO NÃO FUNCIONA NO PILOTO AUTOMÁTICO 
A chegada de um filho muda para sempre o relacionamento do casal. Calma, é possível continuar unido. A receita de Gary inclui determinação, comunicação, reencontro emocional, resolução de conflitos, namoro e iniciativa de ambos.