AnaMaria
Famosos / Luto!

Alicinha Cavalcanti morre aos 58 anos em decorrência de síndrome neurológica; famosos lamentam

Promoter foi diagnosticada com Afasia Progressiva Primária em 2015

Da Redação Publicado em 02/08/2021, às 17h21 - Atualizado em 03/08/2021, às 12h37

Alicinha faleceu devido a síndrome neurológica rara - Instagram/@alicinhacavalcanti
Alicinha faleceu devido a síndrome neurológica rara - Instagram/@alicinhacavalcanti

Alicinha Cavalcanti, uma das promoters mais famosas do Brasil, morreu nesta segunda-feira (2), aos 58 anos, em decorrência de uma rara síndrome neurológica. A profissional era intensamente procurada pelas celebridades; sua carreira coleciona trabalhos com Giovanna Antonelli e Astrid Fontenelle, mas é reconhecida especialmente por organizar os principais camarotes do carnaval no Rio de Janeiro. Durante a carreira de mais de 40 anos, formou muitas amizades; entre elas, Cazuza e Marília Gabriela - justamente quem anunciou seu falecimento.

“Minha amiga mais linda, mais generosa, amiga que não se abatia com nada, que a tudo vencia com ânimo e alegria, Alicinha Cavalcanti, nos deixou hoje para sempre. Foi super combativa em sua luta contra a infelizmente invencível Afasia Progressiva Primária. Lutou e lutou até hoje pela manhã”, começou a famosa. 

Na sequência, a apresentadora agradeceu pelos momentos com a amiga. “Vai deixar um imenso vazio em cada pessoa que passou pela sua vida. E teve a sorte grande de ter um marido especial e amoroso durante 16 anos, o Rodrigo Biondi, seu companheiro até seu último suspiro. Ah, Lilizinha querida, você vai fazer uma falta danada. Até qualquer hora, se for assim que as coisas se dão. Obrigada por tudo, obrigada por tanto. Vai em paz, querida”, completou.

A Afasia Progressiva Primária é uma das demências frontotemporais, caracterizadas pela degeneração dos lobos frontais (que regulam o humor, comportamento e auto-controle) e temporais (relacionado aos sentidos e a organização de imagens e palavras) do cérebro. A Afasia, especificamente, é caracterizada pela perda progressiva e predominante da linguagem.

De acordo com a Associação de Amigos e Familiares de Portadores de Alzheimer (outra síndrome referente ao cérebro), a esperança de vida de portadores de demências frontotemporais é de 2 a 15 anos desde o início da doença, sendo a média de 6 a 12 anos. Normalmente, a morte ocorre devido a uma infecção.

Alicinha começou a carreira aos 20 anos, em 1983, no Gallery. A promoter fez história por possuir cerca de 28 mil nomes em sua poderosa lista de contatos. Desde 2015, quando diagnosticada a doença, ela ficava sob a supervisão integral do seu marido, Rodrigo Biondi.

MENSAGENS DOS FAMOSOS
Nas redes sociais, diversos famosos lamentaram a triste notícia. “Meus sentimentos”, disse a apresentadora Eliana. “Ah, não acredito. Que tristeza. Vai morar no coração de quem teve a oportunidade de conhecê-la”, escreveu o jornalista Felipe Andreoli.  "Alicinha única!", falou Fernanda Paes Leme.

Astrid Fontenelle escreveu uma bela declaração em seu perfil no Instagram. "Perdi hoje minha amiga mais sapeca e deliciosa. Mulher forte. Mulher amorosa. Lutou bravamente contra uma doença que até hoje não reconheço o nome. Alicinha era puro amor. E pelo Gabriel então… seria sua madrinha de consagração. Hoje virou estrela. Meus sinceros sentimentos ao Rodrigo que esteve com ela nessa luta num dos pactos de amor mais lindo que vi. Descanse em paz, delicinha", disse. Nos comentários da postagem, Drica Moraes se pronunciou: "ah, que dor", escreveu.