AnaMaria
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaSpotify AnaMaria

Shakira é acusada de fraude fiscal e pode pegar oito anos de cadeia, diz jornal

A promotoria espanhola acusa Shakira por seis crimes contra finanças públicas

Da Redação Publicado em 29/07/2022, às 12h04

Shakira declara ser inocente e não aceitou acordo - Instagram/@shakira
Shakira declara ser inocente e não aceitou acordo - Instagram/@shakira

A cantora Shakiraestá sendo acusada pela promotoria espanhola por fraude fiscal e, com isso, pode ser condenada a oito anos e dois meses de prisão e a pagar uma multa de 23,7 milhões de euros, equivalente a mais de 124 milhões de reais. As informações são do jornal espanhol El País.

A promotoria formalizou a denúncia contra a colombiana nesta sexta-feira (29), na qual afirmam que Shakira cometeu seis crimes contra finanças públicas.

O Ministério Público concluiu que ela defraudou 14,5 milhões de euros durante os anos em que viveu na Espanha, como forma de evitar o pagamento de impostos de renda e sobre o patrimônio.

Além de ser incriminada por seis delitos, a acusação ainda atribu dois agravante no caso de Shakira: por conta da elevada quantidade de defraudação e pela utilização de paraísos fiscais que a ajudaram a ocultar seus ganhos.

Vale lembrar que o nome da cantora apareceu na investigação dos ‘Pandora Papers’, realizada pelo Consórcio Internacional de Jornalistas Investigativos em 2021, que vazou nomes de famosos e políticos com contas em paraísos fiscais.

No entanto, há um ponto que joga a favor da colombiana e a ajudou a diminuir a pena de prisão: ela disponibilizou 17,2 milhões de euros, mais de 90 milhões de reais, por eventuais responsabilidades.

RECUSOU ACORDO

Determinada a provar sua inocência, a cantora recusou o acordo proposto pela promotoria espanhola. Em nota, ela informou que prefere “deixar o assunto nas mãos da lei, com a tranquilidade e confiança de que a justiça lhe dará a razão”. Além disso, a colombiana já criticou a acusação, dizendo que é “intransigente” e se usa de “meios indevidos para pressionar”.

O embate se dá porque a acusação entende que, entre 2012 e 2014, início do relacionamento de Shakira com o ex-marido Gerard Piqué, a cantora já estava estabelecida na Espanha e deveria pagar impostos. Segunda a lei, uma pessoa que estiver mais de 183 dias no país é considerada residente fiscal. A cantora, no entanto, defende que sua residência legal se encontrava nas Bahamas durante o período.

Os inspetores do Fisco espanhol, no entanto, acompanharam a movimentação diária da colombiana a salões de cabeleireiro, clínicas obstétricas e estúdios de gravação. Além disso, rastrearam suas redes sociais e perceberam que ela se encontrava na Espanha na maioria dos dias.

{# Taboola Newsroom #}