AnaMaria

Adote um gatinho e sejam felizes!

Mas antes disso, saiba mais sobre o comportamento, a alimentação e outras curiosidades sobre os felinos, que têm peculiaridades, mas são apaixonantes!

Júlia Arbex Publicado em 06/03/2018, às 14h00 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h45

Adote um gatinho e sejam felizes! - Shutterstock
Adote um gatinho e sejam felizes! - Shutterstock

Para adotar um gato, além da parte burocrática, de fazer entrevistas e assinar um termo de compromisso, é preciso entender um pouco sobre as manias e necessidades desse bichinho que faz a gente ficar doida... de amor! Por isso, conversamos com o médico veterinário
Alexandre Merlo, que mostrou os hábitos que só os felinos têm.

8 coisas que você precisa saber
SONO: não estranhe se seu gato dormir por várias horas. Esse é um hábito normal para os felinos e, apesar de eles fazerem isso em
qualquer lugar da casa, é melhor providenciar um cantinho para se sentirem mais confortáveis e seguros.

BRINCADEIRA: mesmo dormindo muito, os gatos também adoram passar o tempo e gastar energia brincando. Eles até gostam dos brinquedos que possuem penas, sininhos e cordas coloridas e soltas. Mas, na maioria das vezes, o objeto mais simples e menos esperado será eleito o preferido dele. E mais: eles não brincam quando a gente quer, mas quando decidem que aquela é a hora de se entreter.

ALIMENTAÇÃO: como os felinos fazem suas necessidades na areia e as enterram, para evitar que um possível predador sinta o cheiro, eles não gostam de comer próximo à caixa de areia. Por isso, deixe a vasilha da ração num outro lugar da casa. Além disso, evite dar ração de outros animais e alimentos que comemos, como, por exemplo, cebola, alho, uva-passa, chocolate e leite, para ele.

ÁGUA: eles amam água fresquinha! Por isso, troque mais de uma vez ao dia a água das vasilhas e laveas com água e sabão neutro a cada troca. Outra curiosidade é que eles adoram beber água em movimento. Então procure comprar no mercado um bebedouro-fonte, que faz a água circular constantemente. Isso garante que o bichinho se hidrate bem.

QUER TUDO: sabe aquela história “levantou, perdeu o lugar”? Então, os gatos levam isso a sério. Se você estiver no sofá e sair para pegar alguma coisa, quando voltar é bem provável que ele estará deitado no seu lugar. E ai de você se expulsá-lo...

BANHO: a menos que o médico veterinário prescreva banhos por algum fator específico, os gatos não necessitam deste tipo de limpeza com tanta frequência quanto os cachorros. O recomendado é uma vez por mês. O que é importante fazer todos os dias, porém, é escovar os pelos, pois isso evita que pelos soltos sejam engolidos por eles quando se lambem.

INDEPENDÊNCIA: diferentemente dos cães, que precisam de carinho a todo instante, os gatos costumam ser felizes vivendo sozinhos. Mas quando percebem que não estão recebendo a devida atenção do dono, eles miam, ronronam e até derrubam objetos.

VACINA: a vacina contra a raiva já é bem conhecida entre os donos de gatos, mas não é a única que deve estar presente no calendário
de vacinação, viu? Por isso, quando for levar o bichinho para casa, pergunte ao veterinário quais são as vacinas obrigatórias e dê todas.

Já tenho um gatinho. Ele vai gostar de um novo companheiro?
Nem sempre é fácil criar amizade entre gatos. De acordo com Laís Alarça, médica veterinária da Hercosul Alimentos, varia de acordo com
a personalidade, idade, temperamento e raça. Mas o ideal é não aproximar os dois de uma vez. “Deixe separados na primeira semana, sem contato visual, apenas sentindo o cheiro da casa (o olfato é refinado). Depois, coloque no mesmo ambiente com brinquedinhos e cordas. Mas fique sempre por perto para evitar briga”, explica ela.

Seu apartamento é telado?
Várias ONGs de adoação de animais na internet exigem que o dono do gato tenha telas nas janelas do apartamento. Se for uma casa, dá mais trabalho, mas é importante cercar para evitar fugas. Dar uma volta pode significar voltar machucado ou até sofrer um acidente sério ou um atropelamento. E cair da janela pode ser fatal. Gato não tem sete vidas, viu?