Ariadna Arantes relembra cachê baixo e preconceito em ensaio para a PlayBoy

Modelo contou que ganhou cerca de 10% do que acreditou que receberia

Da Redação Publicado terça 25 agosto, 2020

Modelo contou que ganhou cerca de 10% do que acreditou que receberia
Ariadna Arantes relembra preconceito - Instagram/@ariadnaarantes

Logo após sair da casa do 'BBB11', não demorou muito para que Ariadna Arantes fosse convidada para estrelar as páginas principais de uma edição da 'PlayBoy'.

No entanto, a ex-BBB e segunda transexual a sair na revista não guarda boas lembranças da experiência. Pelo menos foi o que disse a uma live do Clube Vip na última segunda-feira (24).

Assim como Roberta Close, nos anos 80, ela saiu em uma edição especial da publicação, em março de 2011.

"Como representatividade foi importante, apesar dos problemas que tive. Primeiro foi me dito que eu não sairia na edição tradicional, mas numa especial. Eles tinham receio de me botar na capa porque não sabiam como seria o acolhimento do assinante. Então preferiram uma edição à parte, começou.

A modelo ainda pontuou que não se sentiu à vontade com a proposta.

"Não foi um sonho para mim quanto foi para outras meninas que posaram", afirmou.

Outro problema para Ariadna foi o cachê oferecido para aparecer na revista. Hoje vivendo na Itália, ela relembrou que ganhou apenas 10% do que acreditava que ganharia.

"Eu era mal assessorada na época. O contrato voltou mais de cinco vezes para minha mão. O bem material não veio. Sonhava comprar um apartamento, mas não o cachê não deu para nada. Além disso, não tive festa no lançamento da revista, como todas tinham, nem pôster meu na banca", completou.

Último acesso: 28 Nov 2021 - 08:11:37 (1121516).