AnaMaria
Últimas Notícias / Sem festa

Carnaval 2022 é cancelado na Bahia e governador ressalta: ''Precisamos ter responsabilidade''

Rui Costa afirmou que dose atrasada da vacina e novo vírus da gripe são os motivos para o cancelamento do evento

Da redação Publicado em 24/12/2021, às 08h49 - Atualizado às 09h00

Carnaval 2022 foi cancelado na Bahia - Unsplash
Carnaval 2022 foi cancelado na Bahia - Unsplash

O Carnaval 2022 está cancelado na Bahia. O governador Rui Costa anunciou sua decisão na tarde da última quinta-feira (23) e afirmou que os motivos são a população com vacina contra Covid-19 atrasada e o novo vírus H3N2 da gripe que tem circulado no país. 

"Hoje temos 2,4 milhões de baianos com a vacina contra a Covid em atraso. Além disso, estamos lidando com uma epidemia de gripe, que tem sobrecarregado o sistema de saúde", justificou. 

"Precisamos ter responsabilidade com a saúde e a vida das pessoas. Realizar o Carnaval no modelo tradicional, como uma festa em larga escala, se mostra inviável", disse ainda. O governador afirmou que mais adiante, será realizada uma avaliação para entender o que pode ser feito com o evento. 

Desta forma, ele deve se reunir com prefeituras de cidades baianas para discutir alternativas, como a possibilidade de realizar eventos de Carnaval que sejam diferentes do usual e contem com restrição de público, cujo acesso será mediante apresentação de comprovante de vacina contra Covid.

BLOCOS CANCELADOS

Embora o governo do estado ou da cidade de São Paulo não tenham se pronunciado sobre o Carnaval de 2022, até o momento 28 blocos de rua desistiram de participar do evento diante do avanço da variante ômicron do coronavírus.

Entre eles estão: o Bloco das Gloriosas, de Gloria Groove, o Bloco do Abrava, de Tiago Abravanel, o Bloco do Kondzilla e o Pipoca da Rainha, comandado pela cantora Daniela Mercury.  

A prefeitura da capital paulista ressaltou que a “autorização definitiva para a realização do Carnaval de Rua da Cidade de São Paulo em 2022 está condicionada à liberação pela COVISA (Coordenadoria De Vigilância em Saúde)". A expectativa é que a decisão saia até o final do ano. 

Vale lembrar que outros 520 desfiles de Carnaval seguem confirmados na cidade. As festas, previstas para acontecerem entre os dias 19 de fevereiro a 6 de março, foram canceladas em mais de 60 cidades do interior do estado.