AnaMaria
Últimas Notícias / Esclarecimento

Claudia Ohana se pronuncia após ser criticada por devolver cães adotados

"Sofri por ter que me afastar", disse a atriz

Da Redação Publicado em 22/07/2020, às 07h48 - Atualizado às 07h48

Claudia Ohana e os cães Thor e Tigrão - Instagram/@ohanareal
Claudia Ohana e os cães Thor e Tigrão - Instagram/@ohanareal

Claudia Ohana usou o Instagram para se pronunciar sobre a polêmica que envolveu seu nome no último final de semana após ela revelar que havia devolvido os cães que tinha adotado. Na noite da última terça-feira (21), a atriz disse que a intenção não era o retorno definitivo dos cachorros ao abrigo.  

"Em dezembro de 2019, adotei 2 filhos de 2 meses. Infelizmente, em março, três meses depois do convívio com o Thor e com o Tigrão, a pandemia causada pelo SARS-CoV-2 chegou ao Brasil. Foi quando iniciei o isolamento em minha casa. Trancada em casa, sozinha e sem poder sair na rua pra passear com eles, me encontrei em uma situação muito difícil", escreveu.

Ela afirmou que em razão da crise sanitária, das necessidades dos animais e de sua limitação física como dores agudas na coluna que comprometeram sua mobilidade, ela acabou considerando a opção de devolução dos bichos e falou, inclusive, com a ONG responsável, a Toca do Bicho.

"Fui em busca de soluções que, além de garantirem que fossem bem tratados enquanto não estivessem comigo, também permitiriam que eles tivessem espaço para correr em brincar", contou.

Claudia pensou em mandá-los temporariamente para o sítio de um amigo. No entanto, a ideia não foi aceita pela organização já que o local não tinha muros e essa medida era proibida no contrato. 

SUGESTÃO

Assim, a própria ONG teria sugerido a devolução dos cães. "Depois de perceberem que talvez eu não tivesse outra opção a não ser devolver, sugeriram que os cachorros ficassem (temporariamente) o período da pandemia no abrigo, onde estariam acompanhados da mãe e dos irmãos — opção que aceitei na hora por acreditar que, certamente, lá seriam bem tratados e, inclusive, mais felizes até o momento de retornarem pra minha casa."

Desde então, Ohana esteve em processo de recuperação e afirmou ter acreditado que os animais seriam bem cuidados na ONG. "Paralelo a isso, ainda tive que lidar com a internação na UTI de um familiar muito próximo. Não liguei para a ONG Toca do Bicho e errei, sim, por não ligar."

A atriz disse que não quer criar conflitos com a instituição. No entanto, criticou sua postura por colocar os animais para uma nova adoção. "Vínhamos conversando cotidianamente."

"Confesso que não vi abandono nisso, apenas achei que era a única coisa possível de se fazer em uma situação como a minha", declarou. 

Em seguida, Claudia pediu desculpas pela situação. Ela também disse que sente falta da companhia dos cachorros e espera encontrar uma solução para recebê-los de volta. 

"Sei que talvez vocês não entendam minha atitude de ter pedido para eles acolherem os meus cachorros durante a pandemia, mas só eu sei o quanto eu me esforcei para dar conta de tudo e o quanto sofri por ter que me afastar deles", concluiu.