AnaMaria

''Estão baratos'', diz Jair Bolsonaro sobre preço da gasolina e gás de cozinha

Recente pesquisa da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) contradiz a fala do presidente

Da Redação Publicado em 26/08/2021, às 09h46 - Atualizado às 09h47

Jair Bolsonaro, atual Presidente da República - Instagram/@jairbolsonaro
Jair Bolsonaro, atual Presidente da República - Instagram/@jairbolsonaro

Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a afirmar que a gasolina e o gás estão “baratos” no Brasil, em conversa com apoiadores de seu governo no Palácio da Alvorada na última quarta-feira (25).

“A gasolina está barata, o gás de cozinha está barato. O pessoal tem que entender a composição do preço, senão acabam me culpando por tudo o que acontece no Brasil”, disse Bolsonaro, de acordo com o UOL.

Ao contrário do que afirma Bolsonaro, um levantamento realizado pela Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) revela que em algumas regiões do país o preço do litro da gasolina nos postos já passa de R$ 7 em quatro estados: Acre, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Tocantins.

A diferença de custo entre os estados pode ser creditada ao ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços), que varia entre as unidades da federação. Já os botijões de gás de cozinha de 13 kg estão sendo vendidos por cerca de R$ 100.

Também na última quarta, o IBGE revelou que, de acordo com uma pesquisa do Índice Nacional de Preços ao Consumidor - Amplo 15 (IPCA-15), nos últimos 12 meses, a gasolina acumula alta de 39,52% em seu preço nos postos do Brasil.

REVOLTA
Após a exibição do 'Domingo Espetacular', da Record, no último domingo (22), a hashtag 'Record Lixo' viralizou na internet. Isso porque, nas redes sociais, a hashtag e o ranço dos bolsonaristas acabou virando motivo de piada, uma vez que a emissora era a queridinha dos apoiadores da extrema direita.

Tudo começou quando os apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) se revoltaram com a forma como Sérgio Reisteria sido tratado, alegando que Roberto Cabrini 'pegou pesado'.

Vale lembrar que o nome de Sérgio Reis não para de ser citado nas redes sociais após toda a repercussão da investigação do cantor sobre supostos crimes de incitação à violência e ameaças contra a democracia. 

Por meio do Twitter, um internauta brincou: "Não assistio muito record, mas ganhou meu respeito só por ter irritado os gados". "Record ganhando pontos comigo só pq deixou bolsominion p**os", disse outro.

Confira: