Heloisa Périssé relembra beijo romântico em frente à Torre Eiffel, em Paris

Atriz publicou foto com o esposo, Mauro Frias, na rede social

Da Redação Publicado quinta 17 setembro, 2020

Atriz publicou foto com o esposo, Mauro Frias, na rede social
Heloisa Périssé compartilha clique dando beijo em esposo - Instagram/ @heloisaperisse

Heloisa Périssé tem celebrado vários momentos especiais de sua vida, e usou as redes sociais nesta quinta-feira (17) para relembrar um deles. O registro específico mostrava o amor entre ela e o esposo, Mauro Frias.

No clique, publicado em sua conta oficial do Instagram, a atriz surgiu dando um beijo extremamente romântico no marido. Logo atrás deles, é possível notar que estão em um ponto turístico de Paris.

“TBT de hoje vai para os apaixonados, onde um beijo faz acender a Torre Eiffel. Quem já beijou assim?”, escreveu na legenda do post, querendo saber a resposta dos seguidores que a acompanham.

Os internautas foram à loucura com o instante retratado e deixaram diversas mensagens carinhosas no espaço voltado aos comentários. “Que lindo”, disparou uma. “Beijo poderoso”, exclamou outra. “O beijo que mais enlouquece é esse, desse jeito apaixonado”, complementou a terceira.

Confira:

Foto: Instagram/ @heloisaperisse

APRENDIZADOS

Heloísa Périssé deu uma entrevista ao jornal Extra e abriu seu coração. Ao relembrar o câncer que teve nas glândulas salivares, a atriz revelou os ensinamentos que a doença lhe proporcionou.

“As pessoas me perguntam o que eu aprendi com a doença. Eu digo que não aprendi nada. Só confirmei. Eu pratiquei o que vinha em teoria. Deus é pai. Deus é bom. E quando você consegue ir para um campo de não julgamento, de não se vitimizar. É a sua força bruta que surge. Você coloca sua força que surge, onde há força. Você tira de onde tem. Então, não há frustração. E se descobre um grande mundo que, talvez, nunca tivesse sido explorado”, afirmou.

A famosa também falou sobre o período de isolamento social que está vivendo concomitantemente com diversos brasileiros.

“Te diria que estamos tendo uma grande oportunidade neste momento. De a humanidade descobrir uma coisa que realmente é transformadora: a saída para dentro. Quando você tem uma identificação muito grande com o externo, você se pergunta, por exemplo: ‘Por que vou colocar hoje um salto alto se não posso sair. Ninguém vai me ver”, refletiu.

A artista continuou com o seu raciocínio: “Eu questiono: Por que não? O lado externo é efêmero, está sempre se transformando. Enquanto você finca a sua casa nessa coisa de querer a aceitação do outro, preocupada com seu número de seguidores, com a marca que você usa, é fácil dar errado. Ensina ela, que vem cumprindo à quarentena à risca e, obviamente, também sente falta da vida lá fora. Eu nunca fui muito de sair. Mas uma coisa é ter a escolha, outra é ser obrigada a ficar em casa. Ninguém gosta. Mas a gente só tem o aqui e o agora. Este é o foco”.

Último acesso: 18 Sep 2021 - 14:49:06 (1124350).