AnaMaria

João Doria anuncia novas restrições para eventos em São Paulo

Governador João Doria recomendou reduzir público em 30%

Da Redação Publicado em 12/01/2022, às 14h40

João Doria falou sobre avanços da pandemia no Brasil - Instagram/@jdoriajr
João Doria falou sobre avanços da pandemia no Brasil - Instagram/@jdoriajr

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), abriu o jogo sobre o avanço da pandemia de coronavírus no estado. Durante uma coletiva de imprensa, nesta quarta-feira (12), o governo federal deu detalhes sobre restrições, testes rápidos de covid-19 e vacinação.

No que diz respeito à limitação, Doria revelou que, dado o alto índice de transmissão e os avanços da variante Ômicron, o mais recomendado seria fazer uma redução brusca de público em eventos.

O Comitê Científico também concorda. Segundo estudos do grupo, a quantidade de pessoas em programas culturais e esportivos deve ser reduzida em, pelo menos, 30% para garantir maior segurança.

Além das restrições, que ainda serão mais exploradas pelo governo, foi divulgada também a chegada de mais de 2 milhões de testes rápidos de covid-19 ao estado, visto que, com o alto índice, vários municípios ficaram sem.

Por fim, Doria abordou a vacinação em crianças, anunciando que o pré-cadastro dos pequenos de 5 a 11 anos estará disponível no site ‘Vacina Já’ nos próximos dias. Vale lembrar, inclusive, que a prioridade no momento é para crianças com comorbidades.

SEM CARNAVAL

João Doria (PSDB), governador de São Paulo, anunciou que o estado não terá festas de Carnaval em 2022, sejam em locais abertos ou fechados. Na última sexta-feira (7), o político disse ainda que o desfile no Sambódromo do Anhembi, na capital, pode ser revisto.

“Se tivermos uma evolução e um agravamento com esta nova variante da Ômicron, este tema será revisto sim. E tenho a convicção de que o bom prefeito da capital Ricardo Nunes terá a sensibilidade de atender a recomendação da saúde e da ciência para não permitir a realização dos desfiles. Não é o caso ainda, mas dada a evolução acelerada é um ponto de cautela e preocupação”, disse durante coletiva em Jaguariúna.

Vale lembrar que Ricardo Nunes (MDB) cancelou o carnaval de rua da cidade de São Paulo. No entanto, os desfiles das escolas de samba e os eventos fechados foram mantidos até o momento.